Sentido da vida

Recebi um e-mail da querida Mariana Ferraz com a seguinte mensagem:

Na família, os filhos aprendem a viver, por contágio, a fé que observam em seus pais. São estas convicções religiosas dos pais enraizadas e vividas que educam profundamente a fé das crianças no âmbito familiar. O exemplo é a melhor maneira de ensinar as primeiras práticas religiosas. A criança, desde muito pequena, deve ver seus pais rezarem com autêntica sinceridade e piedade. A vivência religiosa da criança deve ser desenvolvida dentro da máxima clareza e concreção e, ao mesmo tempo, de um clima de intensa afetividade.

Também ensinar a criança a expressar com gestos esses sentimentos religiosos. Com isso, aprende a colocar o Senhor na linha dos principais e mais fundamentais afetos. O maior tesouro que se pode possuir nesse mundo é a fé. Colaborar na transmissão da fé a seus filhos é a herança mais importante que podem deixar-lhes.”

Então, gostaria de propor a todos nós, pais cristãos católicos, que refletíssemos sobre como está nossa fé. Exemplos convencem porque trazem a convicção daquilo que expressam. Minha fé, portanto, para convencer meus filhos, precisa ser autêntica, cheia de sentido – primeiro para mim e depois para eles.

Minha oração deve ser sincera, partindo de meu coração para o coração de Deus. Olhos fechados, compenetracão e postura ajudam a expressar meu respeito a Deus e minha devoção. Mesmo durante orações fixas, como o Pai-nosso e a Ave-Maria, devo expressar aquilo que estou rezando. Além disso, o hábito de abençoar as refeições e de rezar antes de dormir criam uma rotina de fé em meio à nossa rotina de afazeres diários e nossos filhos assimilam com facilidade que existem momentos de oração em nossa casa. Assim, vão aprendendo que valorizamos a oração e que é preciso alimentar a fé.

Como pais também devemos interceder por nossos filhos a Deus, pedindo a Ele que os abençoe e lhes dê a graça de uma vida espiritual de amizade com Ele. Sempre rezo para que meus filhos conheçam a Deus; para que cada um faça uma experiência pessoal de encontro com Ele. Enquanto crianças eles se espelham em nós. Um dia, porém, quando crescerem, terão que assumir a própria fé por si mesmos. Rezo para que, neste dia, eles possam escolher abraçar a fé e continuar no caminho da oração.

Afinal, para todos nós que acreditamos, o sentido da vida repousa nesta fé. Tudo o que fazemos é banhado por este sentido último de nossa vida. Comemos, passeamos, trabalhamos, fazemos o bem, amamos, tendo como sentido dessas ações a fé em Deus. É Ele o nosso Norte. É para Ele que olhamos para não desanimarmos. Que assim seja também para nossos filhos. A fé é a maior herança que podemos lhes dar!

Boa semana!

Cristiane

Anúncios

Sobre Cristiane

Cristiane é casada há 12 anos, tem 2 filhos e 1 filha. Atuante na Igreja desde sua juventude, participou de grupos de jovens (em Marília e Campinas, SP), Pastoral Universitária (em Campinas, SP) e Pastoral Familiar (em Niterói, RJ). Formada em Letras e Linguística, no momento trabalha como revisora de livros e artigos e como professora de redação.
Esse post foi publicado em Pais+Filhos. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Sentido da vida

  1. Mari disse:

    Cris !
    Fiquei tão feliz q pude ser útil ao te enviar esse email !!!
    Mais uma vez vc transforma com as suas palavras iluminadas pelo Espirito Santo estas práticas em verdadeiro bálsamo para o nossa rotina diária !
    Obrigada,
    Bj
    Mari.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s