Período Quaresmal

Prezados Amigos, tudo bem?

Graças a Deus, chegamos em mais um período quaresmal para nos esforçamos ainda mais na penitência interior, as quais a Sagrada Escritura e os santos padres insistem sobretudo em três formas: o jejum, a oração e a esmola (1434 do Catecismo da Igreja Católica).

Agora, o que mais me acontece, é a pergunta que as pessoas fazem, o porquê da Quaresma, no meu caso, as minhas “privações”, a pergunta é o porquê de deixar de tomar a cervejinha (o alcool em geral), o cafezinho, o docinho e o refrigerante. Interessante notar que quando tiro estas coisas da minha vida, mesmo que temporariamente, aliada a prática da oração e da esmola, sinto-me mais cristão, mais ligado aos valores espirituais cristãos, ao combate aos pecados e mais voltado à “aquisição” das virtudes, tudo isto dentro do mundo que nos envolve.

Continuemos…

De qualquer forma, segue mais uma citação do Catecismo (540) sobre a Quaresma:

“A tentação de Jesus manifesta a maneira própria de o Filho de Deus ser Messias, ao contrário da que Lhe propõe Satanás e que os homens desejam atribuir-Lhe. Foi por isso que Cristo venceu o Tentador, por nós: Nos não temos um sumo-sacerdote incapaz de se compadecer das nossas fraquezas; temos um, que possui a experiência de todas as provações, tal como nós, com exeção do pecado (He 4, 15). Todos os anos, pelos quarenta dias da Grande Quaresma, a Igreja se une ao mistério de Cristo no deserto.”

Além da união ao mistério de Cristo no deserto, a Quaresma é o tempo de conversão a Deus, reconcilião com o próximo e a Igreja (neste caso, com a perdão dos pecados) e preparação para o tempo Pascal da alegria e vitória da Ressureição de Jesus Cristo.

Por fim, como advogado que sou, coloco uma explanação objetiva sobre o assunto:

Neste período quaresmal, de forma consciente e com a graça de Deus, nos esforçamos ainda mais, por amor a Deus e ao próximo, a tudo aquilo que o Cristão deve fazer, no que tange a penitência interior (oração, esmola e jejum) e a piedade, para estar mais apto a estar na presença e receber e reconhecer as graças de Deus (verdadeira conversão), com menos influência do mundo que nos envolve, sem sair do mundo lutando por um mundo mais cristão.

Sinceramente, quando o período acaba, bate até uma tristezinha (força de expressão), porque durante tal período me sinto mais cristão e mais próximo de Deus. De qualquer forma, a experiência da Quaresma (percebemos muito isto ao fim, na epoca da Pascoa) prepara e forja nossa alma para sermos combatentes mais ativos em nome de Jesus Cristo.

Nossa Senhora Rogai por nós!!!

Fiquem com Deus,

Lutfe

Anúncios
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s