Os amigos de nossos filhos

Nesta semana meus filhos conheceram dois novos amigos que moram na mesma rua em que moramos. Um deles acabou de se mudar. O outro mora por aqui há uns 2 anos. E nós moramos nesta casa há mais ou menos 6 meses, mas até então as crianças não haviam feito amizade com nenhum vizinho. A verdade é que eles estão muito felizes. Não veem a hora de poder encontrá-los para brincar. Chegam da escola e logo querem vê-los na praça do nosso bairro ou os chamam para vir aqui em casa.

Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou descobriu um tesouro” (Eclo 6, 14).

Como é bom ter amigos. É visível a transformação no comportamento de meus filhos. De fato, encontraram um tesouro e o mesmo podemos dizer dos dois novos amigos, igualmente felizes e empolgados com a nova situação que a amizade está lhes proporcionando.

Com os amigos a vida tem mais sentido. É com eles que nossos filhos podem aprender muitas coisas. Aprendem a dividir o brinquedo, a seguir regras para que a brincadeira funcione, a inventar histórias num mundo de faz-de-contas que quem já foi criança lembra como é… E esta socialização é muito importante para o desenvolvimento de nossos pequenos. É através da amizade que eles aprendem a respeitar o próximo e a vivenciar relações que, no futuro, vão desempenhar. Na brincadeira, às vezes um deles é “pai” do outro, ou então é “amigo” etc. E no jogo de faz-de-conta eles criam um mundo e testam as possibilidades do futuro e, muitas vezes, transferem para aquele momento o que eles vivenciam em casa, imitando o “ser pai”, “ser irmão”, “ser amigo”.

Percebi, pelo jeito com que brincam com os novos amigos, que meus filhos amadureceram. Estão mais tranquilos e tolerantes. É possível que seja por conta da idade – já não são tão pequenos (fase difícil é aquela dos 2 aos 4 anos…) e estão curtindo demais ter amizades. É claro que eles tinham (e têm) outros amigos (na escola, filhos de nossos amigos, primos etc.), mas vizinho é tudo de bom. Podem brincar à vontade, encontrar todo dia, ir à casa um do outro com facilidade. Eu vivi isto em minha infância e era muito feliz. Pedi a Deus que meus filhos tivessem amigos vizinhos, especialmente por conta de nossa mudança de casa – foi preciso nos despedirmos dos amigos de lá, com os quais até mantemos contato, especialmente pela facilidade da internet. Mas amigos “ao vivo” são muito necessários para dar sentido à vida! São, como disse o Eclesiástico, um verdadeiro tesouro.

Já que as famílias hoje em dia não são tão numerosas, ter um amigo é como ter um irmão. Devo dizer que os dois amigos novos de meus filhos são filhos únicos. Para eles também tem sido um presente a descoberta da amizade com meus filhos. Seus pais me contaram que eles eram muito sozinhos e que, por conta da nova amizade, até estão fazendo o dever de escola no horário e com atenção, para poderem, em seguida, encontrar e brincar com os amigos.

É preciso incentivar a amizade na infância, por tudo o que mencionei acima. Tenho certeza de que meus filhos serão melhores cidadãos se tiverem convivido com muitos amigos.

Nesta fase de “redes sociais” da internet, em que “todo mundo é amigo de todo mundo”, é preciso redescobrir o valor das amizades “ao vivo”, para que tenhamos uma geração no futuro de pessoas que saibam conviver socialmente. Não quero aqui desmerecer os vários benefícios que a internet proporciona – como disse, ela ajuda a manter amizades, encurtando distâncias – mas somos de “carne e osso” e precisamos de amizades fisicamente presentes para que nossa afetividade se desenvolva.

Feliz aquele que encontrou um amigo!

Boa semana,

Cristiane

Anúncios

Sobre Cristiane

Cristiane é casada há 12 anos, tem 2 filhos e 1 filha. Atuante na Igreja desde sua juventude, participou de grupos de jovens (em Marília e Campinas, SP), Pastoral Universitária (em Campinas, SP) e Pastoral Familiar (em Niterói, RJ). Formada em Letras e Linguística, no momento trabalha como revisora de livros e artigos e como professora de redação.
Esse post foi publicado em Pais+Filhos. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Os amigos de nossos filhos

  1. Mari disse:

    Cris,
    mais uma vez muito obrigada por mais um post de aprendizado, aliás como todos os seus …
    Tivemos reunião na escola da nossa filha mais velha essa semana e este foi justamente um dos temas abordados: Educar para a amizade !
    Aliás tem um livro ótimo sobre este tema (Educar para a amizade, da editora Quadrante) cujo autor Gerardo Castillo mostra as orientações educativas mais apropriadas para formar a autêntica amizade ao longo de cada etapa de desenvolvimento dos filhos, desde a infância até a idade juvenil. E, sobretudo, oferece um critério objetivo numa série de temas difíceis de lidar: Como distinguir a verdadeira amizade dos seus sucedâneos? Como escolher bem os amigos? Como ser um bom amigo? Que balizas éticas seguir na vida de amizade?
    Que Maria Ssma proteja com seu santo manto cada amigo-tesouro que nos é dado !
    bjs
    Mari.

  2. Cristiane disse:

    Quem legal, Mari. Fico feliz com seu comentário. Além disso, somos, como pais e mães, corresponsáveis pela educação dos amigos de nossos filhos, assim como os pais deles nos ajudam a educar nossos filhos. É sempre bom ter esse apoio. As crianças logo entendem as regras aqui de casa e oriento meus filhos a também respeitarem as regras da casa do amigo.
    Fiquei curiosa para ler o livro citado por você.
    beijos,

  3. Mara disse:

    Cris, quero acreditar que tudo o que fazemos para nossos pequeninos agora, deem a eles, no futuro, um aprendizado maior que o companheirismo e grandeza de alma, e tenho certeza que serão mais do que poderemos esperar. Alegres e grandiosos.
    Quando você diz que a mudança dos filhos estão visíveis, é o que vejo e sinto na minha casa também.
    Me alegra muito saber que ainda existem pessoas sensíveis nesse mundo que sentem pequenas coisas que a maioria não vê.
    Minha felicidade é grande quando penso que estamos tão perto uma da outra.
    Ja disse e repito, você é especial.

  4. Mara disse:

    Eu também acho e cabe a nós sentirmos, e regarmos essa amizade sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s