Seja feliz!

Hoje de manhã levei minha filha ao Posto de Saúde para algumas vacinas – ela acabou de completar 3 meses e levou duas picadinhas, uma em cada perninha (Meningo e Pneumo). E lá uma senhorinha idosa muito simpática me inspirou com uma frase que ela disse: “Às vezes, a gente não é feliz por causa dos outros, minha filha!” Na sua simplicidade cativante, ela demonstrou muita sabedoria…

Fiquei a refletir sobre o que ela falou: quantas vezes as pessoas que estão à nossa volta dizem coisas que não levam a nada ou – o pior – coisas que podem nos afetar negativamente se nos deixarmos levar por aquilo. Nem sempre é proposital. As pessoas estão cheias de boa vontade e adoram fazer comentários sobre tudo e sobre como os outros tocam a vida. Também dão palpites na maneira como educamos nossos filhos e – com certa expressão de “sabe-tudo” – acabam interferindo em nosso cotidiano.

E lá se vai nossa paz interior… Quando nos sentimos julgados pelos outros, especialmente em algo que para os outros fizemos de errado, nosso coração se deprime e acabamos, por conta da falta de paz, descontando em nossos queridos. Como seria diferente se conseguíssemos perceber essas fontes negativas e, assim que fôssemos afetados por elas, já buscássemos superá-las! Não deveríamos ficar desolados por aquilo que os outros pensam de nós. E muito menos deveríamos perder a alegria de viver por julgamentos inoportunos de terceiros que nada trazem de edificante para nossa vida.

Como então lidar com isso? Como não deixar que a interferência alheia nos afete a ponto de nos tirar a paz interior? Talvez um caminho seja ter sempre em mente que estamos caminhando como família e estamos aprendendo dia a dia como melhorar nossas relações em casa, com os filhos e com o cônjuge. Não somos perfeitos! Longe disso… Negar uma crítica destrutiva não significa pensar: “sou melhor que você, não aceito suas palavras porque sou perfeito”. Não. Não é por aí. É justamente o contrário: porque não somos perfeitos, porque estamos aprendendo a viver melhor dia após dia é que não devemos cair diante de críticas negativas. Ora, não estamos prontos, erramos às vezes, mas estamos tentando acertar! Isso as pessoas não enxergam: nossa tentativa de melhorar… E por isso são tão negativas.

Nosso parâmetro não deve ser o que os outros pensam de nós, mas sim os ensinamentos cristãos. Para seguir nossa vida de família, precisamos de apoio, não de julgamentos. Uma vez, Jesus ensinou aos discípulos que ele era como uma videira que poderia nos nutrir sempre, caso escolhêssemos ser seus ramos.

“Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.
Se alguém não permanecer em mim será lançado fora, como o ramo. Ele secará e hão de ajuntá-lo e lançá-lo ao fogo, e queimar-se-á.
Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis tudo o que quiserdes e vos será feito.
Nisto é glorificado meu Pai, para que deis muito fruto e vos torneis meus discípulos.
Como o Pai me ama, assim também eu vos amo. Perseverai no meu amor.
Se guardardes os meus mandamentos, sereis constantes no meu amor, como também eu guardei os mandamentos de meu Pai e persisto no seu amor.
Disse-vos essas coisas para que a minha alegria esteja em vós, e a vossa alegria seja completa.”
(João 15, 5-11).

Jesus quer que nossa alegria seja completa. Ele deve ser o parâmetro para nossas atitudes. Ele é nossa videira verdadeira, nossa fonte. Dele vem nossa paz! E Ele nos diz muitas coisas para nos transmitir alegria, para que nossa alegria seja completa. Então toda vez que perdermos a paz e a alegria interior por causa de algo que nos falaram, tenhamos o discernimento, a sabedoria de rejeitar aquilo e de buscar apoio na fonte verdadeira…

Os santos e as santas, ao longo da história, fizeram isso. Hoje, 1º de novembro, a Igreja celebra o Dia de Todos os Santos! Que eles possam nos inspirar a viver com alegria (a ideia de que ser santo é ser triste está muito equivocada!). Os santos tinham muito claro em sua mente a vontade de Deus em nos fazer felizes. Fomos criados para o amor e o amor traz alegria e muita paz. Tudo o que está fora disso não vem de Deus. Portanto precisamos de muita clareza para distinguir o que não vem de Deus e que quer nos abater.

Sejamos felizes! Ouvindo o que a senhorinha me falou, não nos deixemos levar pelo negativismo alheio. Sejamos ramos bem firmes na Videira verdadeira e nossa alegria será completa.

Todos os santos e santas de Deus, rogai por nós.

Cristiane

Anúncios

Sobre Cristiane

Cristiane é casada há 12 anos, tem 2 filhos e 1 filha. Atuante na Igreja desde sua juventude, participou de grupos de jovens (em Marília e Campinas, SP), Pastoral Universitária (em Campinas, SP) e Pastoral Familiar (em Niterói, RJ). Formada em Letras e Linguística, no momento trabalha como revisora de livros e artigos e como professora de redação.
Esse post foi publicado em Pais+Filhos. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Seja feliz!

  1. Familia Guarita disse:

    Adoramos Cris!

  2. Mariza H. disse:

    Cris, adorei!
    bjs.
    Mariza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s