Alegria verdadeira

Em verdade, em verdade vos digo: haveis de lamentar e chorar, mas o mundo se há de alegrar. E haveis de estar tristes, mas a vossa tristeza se há de transformar em alegria (Jo 16, 20).

O contexto em que Jesus disse as palavras acima se refere aos dias que antecediam sua paixão e morte de cruz. A aparente vitória do mundo dá a entender que se alegraria, enquanto os amigos de Jesus haveriam de chorar e lamentar. O importante, porém, é a promessa que acompanha esta revelação: “vossa tristeza se há de transformar em alegria”. Depois da ressurreição, da vitória definitiva de Jesus sobre a morte e o pecado, temos condições de fazer um releitura das Escrituras e de nossa própria vida. Ainda que o mundo não entenda e nem aceite – e continue a “achar”que é “alegre” porque vive do jeito que vive e faz as escolhas que faz – nós, cristãos que acreditamos na ressurreição, temos a esperança de que nossa tristeza – e nossas dificuldades e tribulações – vão se transformar em alegria!

Trazendo esta reflexão para o plano familiar, acho oportuno destacar que, como pais muitas vezes somos chamados a enfrentar certas tristezas, dificuldades e tribulações para mantermos coerente a educação que damos aos nossos filhos. Enquanto o mundo prefere buscar o caminho mais fácil que se adequa aos sabores das “modernidades” ou quando os pais têm dificuldades de dizer “não” quando é necessário dizer “não”, deixando que os filhos percam a noção de limites, nós somos chamados a seguir os ensinamentos de Jesus. É Ele o nosso modelo, o nosso mestre. E Ele nos diz que, enquanto o mundo pode se alegrar, nós sentiremos tristeza… Mas não se trata de uma tristeza vazia de sentido. É uma tristeza que traz consigo a esperança da alegria verdadeira, da alegria que vem da glória de Deus.

Quem nunca sentiu pena de um filho, durante o momento duro de uma correção, mas se manteve firme sabendo que, para o bem do próprio filho, era importante não “amolecer”, ainda que certa tristeza provocada pela dor da correção tomasse conta de nosso coração? Não é fácil corrigir! Não é a parte alegre de ser pai e mãe. Às vezes até o filho chora, provocando em nosso coração ainda mais tristeza… Mas, passado o momento da correção, temos a alegria de perceber a melhora no comportamento dele.

Comparativamente trata-se da cruz. É a cruz que devemos carregar. Poderia ser mais fácil fugir da cruz, do sofrimento, mas estaríamos sendo incoerentes com nossa fé. Escolher o caminho da salvação implica envolver todas as áreas de nossa vida e da vida de nossa família. E nossa missão como pais é importantíssima para a formação de nossos filhos. Portanto, não tenhamos medo de “nadar contra a corrente”, e escolhamos o caminho da cruz. Este certamente nos trará a verdadeira alegria, a alegria da ressurreição, da vitória sobre a morte e o pecado, da vitória sobre o erro.

Peçamos, então, ao Espírito Santo que nos ajude a enchergar o caminho de cruz quando estivermos diante de situações que nos exijam uma escolha. Que tenhamos a sabedoria de perceber que a opção apresentada pela mentalidade do mundo, ainda que mais simples ou fácil, não nos tratá a alegria verdadeira. Que sejamos coerente e possamos escolher a opção que o Senhor nos apresenta.

Boa semana!

Cristiane

Anúncios

Sobre Cristiane

Cristiane é casada há 12 anos, tem 2 filhos e 1 filha. Atuante na Igreja desde sua juventude, participou de grupos de jovens (em Marília e Campinas, SP), Pastoral Universitária (em Campinas, SP) e Pastoral Familiar (em Niterói, RJ). Formada em Letras e Linguística, no momento trabalha como revisora de livros e artigos e como professora de redação.
Esse post foi publicado em Pais+Filhos. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Alegria verdadeira

  1. Marco disse:

    Olá Cris

    Obrigado pelo post. É na alegria de estar fazendo o certo é que buscamos a força para sermos firmes na correção….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s