Efeitos “psíquicos” do trabalho moderno

Bom dia!

Recentemente fui solicitado a falar sobre um tema que não surpreende, mas preocupa: “Efeitos psiquicos do trabalho moderno”.Uma palestra para jovens profissionais.

Interessante como as atividades de trabalho estão sendo colocadas cada vez mais como “patogênicas” como se fossem um vírus ou uma bactéria, que acabam contaminando; ou quem sabe como um fator etiológico para diabetes, hipertensão ou o que o valha.

Será que é realmente o trabalho o agente, ou são as condições de trabalho, ou o trânsito para chegar ao trabalho, ou as horas de trabalho, ou as consequências do trabalho para mim ou para minha família,… ou mais provavelmente , um pouco de tudo misturado!?

É certo que desde a Revolução Industrial o trabalho sempre chamou mais a atenção para á area da saúde. Algumas doenças tem reta correlação com certos tipos de trabalho, mas não foi isso que supreendeu. A palavra psiquica é bastante forte.

Psiquismo lembra emoções, raciocínio, sentimentos, reflexão, comportamento de modo geral. É isto que as pessoas estão percebendo que o trabalho está mexendo com elas, e evidentemente com reflexos não só no ambiente profissional, mas também, diria principalmente, em casa.

São jovens que precocemente já percebem uma estafa fora de idade, uma irritabilidade desproporcional ao esperado, ou mesmo o “fundo do poço” com o burn out  (uma depressão decorrente do esgotamento pelo empenho  frustrante no trabalho profissional).

O fenômeno é mundial e crescente. É necessário buscar o ponto de equilíbrio que permita uma vida digna saudável, com harmonia em casa.Isto implica em analisarmos desde condições de trabalho no seu mais amplo sentido, incluindo salário, até a colaboração da participação externa que podemos contar com apoio, principalemente da famílai, para isto.

O caminho não pode ser jamais o desespero, assim como deve fugir da acomodação. O assunto merece um empenho de cada um em refletir e avaliar periodicamente quais são as condições de trabalho e  repercussões em casa.

O critério, já muito discutido neste blog, está em colocar a família à frente do trabalho, mas isto em hipótese nenhuma minimiza as dificuldades muitas vezes encontradas para isto. Lembrar que a própria dedicação reflexiva por uma melhora pode, por si só, ser um fator estressante, prejudicando o psiquismo e relacionamento.

Diante disto, nunca será demais lembrar e insistir, que a vida de fé não pode ser desconectada da vida em plenitude, muito pelo contrário. É necessário mantermos a esperança que as dificuldades serão superadas pelo esforço humano somado a graça de Deus. Um cristão deve contar com este aspecto, não como uma possibilidade remota, ou algo protocolar que “acredita” mas não se sente totalmente acolhido por esta Paternidade Divina.

Recorramos a São José, a quem desde o início do ano coloquei como intercessor, para que seja luz a clarear o ponto de equilíbrio, que nos permita não se afastar da tarefa do trabalho, ma que também não nos afaste dos deveres em família.

Boa semana

Valdir

Anúncios

Sobre vreginato

Casado e tem três filhos. Médico e Terapêuta de Família. Professor de Bioética, Históra da Medicina e Espiritualidade e Mediicna na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), membro do Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde da Unifesp, Coordenador da Pastoral da Família da Paróquia Nossa Senhora do Brasil
Esse post foi publicado em Familia&Trabalho. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Efeitos “psíquicos” do trabalho moderno

  1. Maria Lucia disse:

    Muito bom!

  2. Cristiane disse:

    Valdir,
    Concordo com tudo o que você apontou. De fato, o homem moderno ainda precisa encontrar o equilíbrio quando o assunto é trabalho. Tenho a impressão de que somos tão cobrados em termos de competência e eficiência – sem falar que tudo parece ser para “ontem”, além da necessidade financeira – que nos tornamos “workaholics” (viciados em trabalho)… Que S. José nos inspire e nos ajude nessa empreitada!
    Abraços,
    Cris

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s