Trabalho paroquial

Olá

 Na homilia do último fim de semana, o Pe Gilberto falou da importância do trabalho leigo (que somos nós, os fiéis) nas paróquias pelo mundo.

 Mais do que um “trabalho voluntário”, o trabalho nas paroquias deve ser encarado como uma missão, algo que lhe foi confiado por Deus e que deve ser cumprido com a mesma dedicação prestada ao seu trabalho regular.

 Na hierarquia Deus-Família-Trabalho, o tempo prestado para este fim, deve ser encarado como as primícias de nosso tempo a Deus. Não o fazemos pela pessoas aqui na terra mas para aquele que antes, nos mostrou Seu Amor e por isso retribuímos. Retribuímos a Deus, pelo amor que nos é dado.

 Como diz nosso amigo Lutfe aos casais de noivos da NSB, “em todo curso de noivos sempre temos algum casal que gostaria de participar dos trabalhos conosco(pastoral da familia)”. Este é o chamado. Deus nos chama para trabalhar em Sua obra para para que tenhamos a chance de levar outros a boa nova que chegou até nós.

 Deixo vocês com o texto de Eclesiástico 2, 1-13, sobre o serviço à Deus:

 1.Meu filho, se entrares para o serviço de Deus, permanece firme na justiça e no temor, e prepara a tua alma para a provação;2.humilha teu coração, espera com paciência, dá ouvidos e acolhe as palavras de sabedoria; não te perturbes no tempo da infelicidade,3.sofre as demoras de Deus; dedica-te a Deus, espera com paciência, a fim de que no derradeiro momento tua vida se enriqueça.4.Aceita tudo o que te acontecer. Na dor, permanece firme; na humilhação, tem paciência.5.Pois é pelo fogo que se experimentam o ouro e a prata, e os homens agradáveis a Deus, pelo cadinho da humilhação.6.Põe tua confiança em Deus e ele te salvará; orienta bem o teu caminho e espera nele. Conserva o temor dele até na velhice.7.Vós, que temeis o Senhor, esperai em sua misericórdia, não vos afasteis dele, para que não caiais;8.vós, que temeis o Senhor, tende confiança nele, a fim de que não se desvaneça vossa recompensa.9.Vós, que temeis o Senhor, esperai nele; sua misericórdia vos será fonte de alegria.10.Vós, que temeis o Senhor, amai-o, e vossos corações se encherão de luz.11.Considerai, meus filhos, as gerações humanas: sabei que nenhum daqueles que confiavam no Senhor foi confundido.12.Pois quem foi abandonado após ter perseverado em seus mandamentos? Quem é aquele cuja oração foi desprezada?13.Pois Deus é cheio de bondade e de misericórdia, ele perdoa os pecados no dia da aflição. Ele é o protetor de todos os que verdadeiramente o procuram.

boa semana a todos !

Anúncios

Sobre Marco

Marco é casado com Mariana e tem os pequenos Carol e Rafael. Ele é formado em Tecnologia da Informação, pós graduado em administração e trabalha há 14 anos no mercado corporativo de TI. Atua na Igreja Católica desde a adolescência, participando de grupo de jovens, ministérios de música e equipes de evangelização. Está na pastoral da familia da paróquia Nossa Senhora do Brasil desde 2007, atuando junto às familias e aos casais que buscam o matrimônio.
Esse post foi publicado em Palavra da Igreja. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Trabalho paroquial

  1. Lutfe Yunes disse:

    Muito legal! Obrigado pela passagem do eclesiástico, eu não a conhecia!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s