Figueira

Há na esquina onde moro uma pré-escola municipal que abriga um frondosa árvore cujo tronco tem um diâmetro que necessita de pelo menos uns 6 homens adultos para abraçar. Não sei exatamente se se trata de uma figueira, mas sua copa é bem grande por estar num lugar privilegiado, sem fios de rede elétrica por perto, o que nos proporciona uma sombra espetacular.

Olhando aquela grande árvore, fiquei um tempo pensando em sua majestade. Quantos anos foram necessários para que ela atingisse aquele tamanho? Parecia que a árvore “falava” comigo sobre paciência… um dia depois do outro, no silêncio e devagarinho, aquela árvore foi crescendo.

Vivemos tão aterefados, apressados, cheios de compromissos que, às vezes, não damos tempo ao tempo. Há certas coisas na vida que só mesmo com o tempo serão solucionadas. A sabedoria que se pode depreender de uma árvore gigante como a que descrevi está em perceber que algumas coisas acontecem aos poucos e no silêncio. Como o crescimento e desenvolvimento de uma criança… Quantas vezes me vejo querendo apressar determinado comportamento que ainda não é compatível com a idade de meus filhos! Quantas vezes falta-me a devida paciência para esperar o seu amadurecimento seja ele intelectual, seja emocional e afetivo e assim por diante!

Aprendi com a árvore que, dia a dia, no silêncio e aos poucos, eles estão crescendo, por fora e por dentro! E assim como aquela árvore somente cresceu porque teve um solo favorável, água e nutrientes necessários para seu desenvolvimento, tudo providenciado pela bondosa mão divina, assim também meus filhos precisam ter em nossa família um ambiente amoroso e saudável, um espaço de respeito mútuo, que lhes proporcione as condições para seu amadurecimento.

Também refleti como Deus já conhecia aquela árvore em todo o seu esplendor – mesmo quando ela era ainda uma pequena muda, um pequeno arbusto – e já enxergava todo o potencial contido naquelas raízes e já podia visualizar a frondosa árvore que se tornaria…

Assim também é Deus com cada um de nós e com nossos filhos. Ele nos conhece e sabe de nossas potencialidades e nos vê, através da salvação de seu Filho, isto é, regenerados numa vida nova. Ele sabe a árvore frondosa que um dia cada um de nós será. E nos convida a fazer o mesmo quando olhamos nossos filhos.

É nossa tarefa hoje ter muita paciência e, esperando, proporcionar-lhes o nosso melhor para que eles cresçam e amadureçam e possam um dia também transmitir vida, alegria, confiança, bondade aos que deles se aproximarem.

Possamos, então, dar tempo ao tempo. Especialmente digo isso aos pais de filhos crianças, cuja jornada parece interminável e muito cansativa. Perseverança, insistência e, sobretudo, paciência. Nossos brotos estão crescendo…

Abraços,

Cristiane

Anúncios

Sobre Cristiane

Cristiane é casada há 12 anos, tem 2 filhos e 1 filha. Atuante na Igreja desde sua juventude, participou de grupos de jovens (em Marília e Campinas, SP), Pastoral Universitária (em Campinas, SP) e Pastoral Familiar (em Niterói, RJ). Formada em Letras e Linguística, no momento trabalha como revisora de livros e artigos e como professora de redação.
Esse post foi publicado em Pais+Filhos. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Figueira

  1. Lutfe Yunes disse:

    Muito Legal!!!!!!!!!!!!

  2. Cristiane, Bom dia

    Penso que seu artigo da figueira, nos faz pensar que o trabalho de Apostolado em favor da
    Família que se faz, requer mesmo paciência. Tenho eu então que olhar para a árvore e lembrar que todos nos temos que semear no terreno da sociedade os valores que foram esquecidos. e que leva tempo para frutificar. Parabéns !!!

    Escrevi um novo artigo no Blog. Ele estava meio parado, porque no momento,
    estou escrevendo um livro. Depois falo sobre isso…

    Abraço,
    Eduardo.

    Parte 1:

    http://algosolido.wordpress.com/2012/04/15/mad-men/

    Parte 2:

    http://algosolido.wordpress.com/2012/04/15/uma-boa-descricao-do-mal-parte-2/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s