O mistério do sofrimento*

Olá

Porquê sofremos ? Porquê parece que alguns sofrem tanto e outros nada…

 Boa parte do que acreditamos sobre o sofrimento hoje vem da interpretação vinda do antigo testamento bíblico onde o fato de sofrermos ou termos uma vida tranquila está atrelado diretamente a uma punição (ou não) de Deus.

 Se determinada pessoa sofre, é porquê Deus o pune por algum tipo de mal (pecado) que esta pessoa ou um de seus antepassados fez. Se a pessoa goza de uma vida tranquila, é porquê a mesma é abençoada por Deus e nada lhe irá acontecer. De fato, não é difícil encontramos passagens no velho testamento que nos deem este entendimento.

 Mas o fato é que o sofrimento humano aqui na terra é um mistério… No evangelho de João,   capítulo 9, Jesus deixa claro que sofrimento e punição não andam juntas: “Jesus ia passando, quando viu um cego de nascença.  Os seus discípulos lhe perguntaram: Rabi, quem pecou para que ele nascesse cego, ele ou seus pais? Jesus respondeu: Nem ele, nem seus pais pecaram, mas é uma ocasião para que se manifestem nele as obras de Deus.

 Deus não quer o sofrimento de ninguém. Ele nem poderia. Em Seu amor maior, Cristo quer nossa salvação. Se Cristo quisesse sofrêssemos por nossos pecados, entendo que ninguém mais estaria por aqui pra contar história… 🙂

 O conceito de sofrimento pelos pecados e de uma vida tranquila pelo cumprimento da vontade de Deus vem do conceito humano de punir o que está errado e da necessidade de ter a retribuição pelo bem que se faz. Porém, esta realidade (de sofrer ou não) está guardada no coração de Deus.

 Que possamos usar nossos momentos de sofrimento para buscar mais a Deus e entender Seu plano em nossas vidas. Sabendo que quando tivermos face-a-face com Ele, ai sim entenderemos os desígnios que nos levaram a viver o que nos foi reservado.

Boa semana a todos !

* (apoiado na homilia do nosso pároco Pe Michelino, proferida no dia 05/Fevereiro/2012)
Anúncios

Sobre Marco

Marco é casado com Mariana e tem os pequenos Carol e Rafael. Ele é formado em Tecnologia da Informação, pós graduado em administração e trabalha há 14 anos no mercado corporativo de TI. Atua na Igreja Católica desde a adolescência, participando de grupo de jovens, ministérios de música e equipes de evangelização. Está na pastoral da familia da paróquia Nossa Senhora do Brasil desde 2007, atuando junto às familias e aos casais que buscam o matrimônio.
Esse post foi publicado em Palavra da Igreja. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para O mistério do sofrimento*

  1. Luiz Coelho disse:

    Um idoso sacerdote se encontrava gravemente enfermo na cama e sofria terríveis dores. Um jovem da comunidade que o visitava desejou consolá-lo. Cheio das melhores intenções, falou: “Deus disciplina a quem ama!” Ao que o velho homem retrucou, cheio de dores: “Sim, mas agora, neste instante, eu desejaria que Deus amasse outra pessoa!”

    Deixando as brincadeira de lado, qual o pai que para ensinar e moldar o caráter de seu filho, em algum momento agiu de uma forma mais severa na educação do mesmo ? Entretanto este mesmo pai, por ventura desejava o sofrimento de seu filho ?

    Uma frase, no texto, me chamou a atenção “…Jesus deixa claro que sofrimento e punição não andam juntas…”

    Punir na definição do dicionário é um processo no qual reduz-se a probabilidade de determinada resposta voltar a ocorrer através da apresentação de um estímulo aversivo, ou a retirada de um estímulo positivo após a emissão de determinado comportamento indesejado.

    Já o sofrimento é qualquer experiência aversiva e sua emoção negativa correspondente. Ele é geralmente associado com dor e infelicidade. É uma consequencia facultativa da ocorrência um processo indesejado.

    A punição do justo muitas vezes não é compreendida e não tem razão aparente justificável, sendo sempre interpretada de maneira incorreta, de onde decorre o sofrimento desnecessário.

    E como disse muito bem o poeta “..A dor é inevitável. 
O sofrimento é opcional…”

    http://pensador.uol.com.br/frase/OTQzMQ/

    Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s