Olhar de criança

“Os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram-lhe: ‘Quem é o maior no Reino dos céus?’ Jesus chamou uma criancinha, colocou-a no meio deles e disse: ‘Em verdade vos declaro: se não vos transformardes e vos tornardes como criancinhas, não entrareis no Reino dos céus. Aquele que se fizer humilde como esta criança será maior no Reino dos céus.’” (Mateus 18,1-4).

Meditando este texto do Evangelho de Mateus me pergunto por que Jesus exalta uma criança, colocando-a  no meio de todos. Ele explica que devemos nos fazer humildes como uma criança, assim seremos grandes no Reino dos céus. Então penso em meus filhos, exemplos mais próximos de crianças que tenho. E o que mais me chama a atenção é o olhar puro com que eles me olham, com que prestam atenção no que falo e na confiança que depositam em mim, sua mãe!

Jesus quer nos ensinar a ter uma relação com nosso pai do céu tal qual uma criança tem com sua mãe e com seu pai. Uma relação de confiança. “Se meu pai ou minha mãe está comigo, não tenho medo” – é o que vivem as crianças…

Mas como é difícil viver esta dimensão de entrega! Devemos exercitar nosso olhar para o céu. Será olhando para o céu que encontraremos esperança nos momentos de dificuldade; será olhando para o céu que aprenderemos com o pai como devemos amar mais; será olhando para o céu que renovaremos nossa confiança nEle.

Devemos também olhar mais para o olhar de nossos filhos para reaprendermos com eles a ter um olhar puro, um olhar que busca respostas e que confia, um olhar que quer aprender, que é humilde.

Que sejamos, pois, como crianças! Humildes, entreguemo-nos nas mãos do pai!

Abraço fraterno,

Cristiane

Anúncios

Sobre Cristiane

Cristiane é casada há 12 anos, tem 2 filhos e 1 filha. Atuante na Igreja desde sua juventude, participou de grupos de jovens (em Marília e Campinas, SP), Pastoral Universitária (em Campinas, SP) e Pastoral Familiar (em Niterói, RJ). Formada em Letras e Linguística, no momento trabalha como revisora de livros e artigos e como professora de redação.
Esse post foi publicado em Pais+Filhos. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Olhar de criança

  1. vreginato disse:

    Cris

    Isto sem dúvida é o que denominamos de “filiação divina” com “Infância espiritual”. Como teus filho serão sempre crianças para você, assim somos sempre, ou deveríamos nos comportar como crianças para Deus. Não se confunda aqui com a ingenuidade preguiçosa de não querer crescer, ou com o comodismo que não nos leva a estudar cada vez mais a doutrina e a Palavra. Crescemos em maturidade e conhecimento, mas quanto mais avançamos, mais nos conscientizamos da distância que nos encontramos do “gigantismo” de Deus, como uma criança pequena, que segurando a mão de seu pai o contempla muito alto, mas ao mesmo tempo muito ligado em suas mãos fortes.

    Valdir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s