Árvore de Natal, Presépio e Sinos

Amigos, tudo bem com vocês?

Vejam as informações que consegui na paróquia de Santa Teresa do Menino Jesus no Itaim Bibi.

Árvore de Natal

A Árvore de Natal é um dos mais populares símbolos do Natal em todo o mundo.

Sempre verde e com seus galhos voltados para o céu é um símbolo de longevidade, imortalidade e renascimento. Lembra-nos da vida eterna que Cristo nos veio oferecer. As luzes na árvore representam Jesus, como a Luz do Mundo.

A força do pinheiro frente às adversidades mostra que devemos ser fortes durante o sofrimento e a mantermos nossas crenças e promessas mesmo quando encontramos oposição.

A Árvore de Natal como conhecemos hoje, começou a ser vista no século XVI e não era popular fora da Alemanha até o século XIX. Inicialmente as árvores eram pequenas e colocadas em cima das mesas. A decoração consistia de doces, biscoitos, frutas e outros itens que deveriam ser admirados e ingeridos pelos convidados. Algumas vezes eram chamadas de árvores de doces. Posteriormente os enfeites ficaram mais populares e no final do século, os enfeites de vidro e luzes fizeram sua estréia. As árvores mais altas não eram comuns até chegarem nos Estados Unidos, onde se tornaram cada vez maiores.

Presépio

O primeiro presépio foi montado por São Francisco de Assis em 1223. Ele buscava sentir mais profundamente a mensagem do nascimento de Jesus. A realidade do presépio faz penetrar em nós os ensinamentos que constituem a doutrina de Cristo: Pobreza, Simplicidade, Humildade, Fé e Docilidade.

Os Sinos

O uso de sinos para chamar os fiéis parece ter sido iniciado com o Bispo Paulinus de Nola, na Campânia.

Os sinos simbolizam a criatividade e harmonia.

Lançam a mensagem no ar.

No Natal, além de anunciar a chegada de Jesus, os sinos mostram nossa alegria com o fato do Filho de Deus se fazer homem e estar entre nós.

Fiquem com Deus, Até Semana que vem

Lutfe

Anúncios
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Árvore de Natal, Presépio e Sinos

  1. Cristiane disse:

    Lufte,
    Muito interessantes as informações.
    Ainda sobre a árvore de Natal, o fato de ela ser sempre verde é bem visível em países onde agora é inverno e todas as outras árvores perderam as folhas e estão apenas com os galhos. O contraste é grande e reanima a alma ver algum verde em meio à paisagem desfolhada ao redor. O sentido de vida fica ressaltado!
    um abraço,
    Cristiane

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s