Concorrência profissional em casa

Olá

  Vocês devem lembrar-se do nosso post sobre “Um só coração, um só bolso“, certo ?

  Pois bem. Hoje quero abordar um segundo ponto na mesma linha de raciocinio, que é a concorrência profissional em casa.

  Há algumas semanas falamos sobre empresas que ajudam mulheres a serem mães e profissionais ao mesmo tempo lembram ? Falamos também que podemos ser questionados repentinamente na nossa profissão e tenhamos a necessidade de decidir em mudar de rumo (Oportunidade X Oportuno).

 Pois bem…

A primeira regra é que uma família não se divide. “Sereis uma só carne”. Ou como o dito popular traduziu: “Quem casa quer casa…”

Segunda regra é: A renda é familiar. Não importa de qual fonte vem a renda (marido ou mulher) e ambos tem as mesmas prioridades no trabalho.

Todos nós (marido e esposa) somos chamados profissionalmente a crescer e prosperar na empresa. E ótimas oportunidades podem e irão aparecer ao longo desta jornada mas, esse caminho também exige muita dedicação a empresa/carreira e consequentemente pouco tempo em casa… (!!)

 Casais com filhos tem este problema constante e as necessidades fazem com que os pais encontrem uma saída bem rápido: a mãe abandona ou reduz o trabalho para cuidar dos filhos; o pai assume algumas obrigações (como ir levar ou buscar no colégio) ou aé ele abrir mão da carreira (por quê não ?); ou até pedir ajuda aos avós para compor os compromissos com os pequenos…

 Ok. Mas na verdade hoje eu queria falar com os casais que ainda não tem filhos !!! Um noivo de um de nossos cursos nos fez uma pergunta que realmente despertou para este ponto: “OK, entendo que temos que dividir as funções quando temos filhos mas e antes deles ??

 Antes deles temos que cuidar um do outro… Sem filhos a necessidade de compromisso com a casa parece menor ou menos importante e alguns “deslises” podem acontecer naturalmente. O casal foca em uma ascensão profissional em uma área de vendas e ambos começam a viajar muito por causa do trabalho vendo-se alternadamente nos fins-de-semana ou ambos começam a investir em negócios próprios separadamente e mal encontram-se num dia ou outro devido a ambas pesadas jornadas de trabalho…

 Não devemos nos enganar. O compromisso que marido e mulher tem que ter um com o outro é tão importante quanto o compromisso que ambos devem ter com os filhos. Num momento em que esta situação aparecer, um bom papo do casal para escolher quem foca e quem ajuda nos bastidores é imprescindível para que o casamento continue com o ar de lua de mel do início do mesmo. E depois que a tempestade de um passar, talvez tenha chegado a hora do outro enfrentar o próximo desafio !!

Boa semana a todos

Anúncios

Sobre Marco

Marco é casado com Mariana e tem os pequenos Carol e Rafael. Ele é formado em Tecnologia da Informação, pós graduado em administração e trabalha há 14 anos no mercado corporativo de TI. Atua na Igreja Católica desde a adolescência, participando de grupo de jovens, ministérios de música e equipes de evangelização. Está na pastoral da familia da paróquia Nossa Senhora do Brasil desde 2007, atuando junto às familias e aos casais que buscam o matrimônio.
Esse post foi publicado em Familia&Trabalho. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Concorrência profissional em casa

  1. Alessandra de Angelis disse:

    Marco,
    Concordo com vc. em todos os pontos abordados. Excelente texto!!

    Parabéns!
    Alessandra de Angelis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s