Equilibrando pratos

Olá

 Me lembro de um colega me contar a conversa dele com o respectivo gerente:

colega: “Espera um pouco… uma coisa de cada vez…

gerente: “Não não… se for uma coisa de cada vez, não vai dar tempo…

 Recentemente li a reportagem do neurologista Eli Faria Evaristo, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz de São Paulo, que diz que  “Quanto mais atividades a pessoa exerce simultaneamente, maiores as chances de trocar as bolas, confundir e esquecer. Não é uma doença, mas fruto da vida maluca dos tempos modernos.

Ele complementa: “os pequenos apagões de memória têm levado mais profissionais a procurar ajuda médica nos consultórios. Mas, se a pessoa vive uma rotina sobrecarregada, não vai conseguir milagre. Isso porque, junto com a sobrecarga de trabalho, vem o estresse, que também compromete a capacidade de reter dados e informações relevantes para o dia a dia. Falhas de memória frequentes podem perturbar a rotina.

Então pessoal, é bom dar uma pisada no freio durante a semana…

até próxima segunda !!

Anúncios

Sobre Marco

Marco é casado com Mariana e tem os pequenos Carol e Rafael. Ele é formado em Tecnologia da Informação, pós graduado em administração e trabalha há 14 anos no mercado corporativo de TI. Atua na Igreja Católica desde a adolescência, participando de grupo de jovens, ministérios de música e equipes de evangelização. Está na pastoral da familia da paróquia Nossa Senhora do Brasil desde 2007, atuando junto às familias e aos casais que buscam o matrimônio.
Esse post foi publicado em Familia&Trabalho. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s