Um nome gravado na pedra

Olá

Eu realmente gosto quando consigo falar aqui de exemplos de vida; Eles nos inspiram muito mais. Vocês devem lembrar-se do José e Antonio e da Lia.

Recentemente eu assisitia a uma entrevista do programa Roda Viva, da TV Cultura, e o entrevistado (um antropólogo) recebeu a seguinte pergunta:

– Qual o maior sonho de um antropólogo ?

Sua resposta foi:

– Ter o nome imortalizado…

No decorrer da entrevista, o antropólogo explica todo o esforço de um profissional como este para sobressair-se e ter este objetivo alcançado: Escrever muitos livros, lecionar, buscar novas teorias, etc…

Pensei um pouco nesta frase. Será que este o motivo que faz muitos de nós profissionais, buscar o reconhecimento de todos, correndo atrás de um objetivo longínquo para ter nossos nomes imortalizados ?

Quantos destes deixam a família de lado para cumprir esta meta e aí eu me pergunto (na mesma linha do post da segunda anterior). O que realmente coloca seu nome na pedra ? Um grandioso projeto em sua profissão ou o espelho do seu amor e valores para seus filhos ?

A dedicação a sua família não lhe colocará em bustos ou nos livros de história, isso é fato. Mas o colocará no coração e mentes de seus descendentes, que levarão com eles um pouco do que você foi.

Um exemplo disso são os valores que aprendi do meu avô Pedro, falecido em 1983 (à 28 anos). O respeito a Deus e ao próximo, entre muitos outros continuam vivos em mim e é o que passarei aos meus filhos, que acredito também passarão aos filhos deles…

Boa semana a todos !

 

Anúncios

Sobre Marco

Marco é casado com Mariana e tem os pequenos Carol e Rafael. Ele é formado em Tecnologia da Informação, pós graduado em administração e trabalha há 14 anos no mercado corporativo de TI. Atua na Igreja Católica desde a adolescência, participando de grupo de jovens, ministérios de música e equipes de evangelização. Está na pastoral da familia da paróquia Nossa Senhora do Brasil desde 2007, atuando junto às familias e aos casais que buscam o matrimônio.
Esse post foi publicado em Familia&Trabalho. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Um nome gravado na pedra

  1. Luiz Coelho disse:

    Bom dia…
    Acredito que o VERDADEIRO sucesso de uma pessoa é uma boa forma de “colocar o seu nome na pedra”!

    Pensando assim, me lembrei de um audio, bem atual, que ouvi a algum tempo que justamente relata que os valores são mais duradouros do que os bens ( a pedra ) que se desgastam com o tempo…..

    “Não ajunteis para vós tesouros na terra, onde a ferrugem e as traças corroem, onde os ladrões furtam e roubam. Ajuntai para vós tesouros no céu, onde não os consomem nem as traças nem a ferrugem, e os ladrões não furtam nem roubam (Mt 6, 19-20).

    Compartilho com vocês esse áudio…( que muitos já podem ter ouvido )…mas que sempre é bom relembrar….ouçam até o final !

    http://www.divinews.com/brasil/54-geral/8858-max-gehringer-jornalista-da-cbn-fala-sobre-um-classico-do-mundo-corporativo-os-gurus.html

    Abraço
    Luiz

  2. vreginato disse:

    Marco

    Esse assunto de deixar o nome na pedra lembra mais uma lápide. Dificilmente alguém fará a sua prórpia lápide, ao menos não colocará a segunda data (salvo numa atiude suicida).

    Assim como você mencionou o seu avô, recordo da missa de corpo presente da minha mãe, em que o sacerdote disse: ” O que nos será perguntado quando lá chegarmos?” E ele respondeu. ” Você amou?” . Penso que está é a nossa “pedra”, onde devemos nos esforçar por deixar o nome, pois essa mora no coração das pessoas, nos nossos corações, e no coração de Deus.

    Valdir

  3. Marco disse:

    Oi Luiz

    Esse texto do Max também foi tema de um de nossos posts em 2010. Segue o link: https://casadefamilia.org.br/2010/01/11/o-que-e-sucesso/

    Oi Valdir

    Nossa, não tinha nem sonhado com uma lápide. Na verdade fiz uma analogia com escrever na pedra e escrever na areia. O nome escrito na pedra é para sempre. O que é melhor ter o nome escrito nos livros de história e uma vida pessoal “pífia” ou passar desapercebido dos livros mas viver sempre no coração de seus descendentes…

    ate

  4. Luiz Coelho disse:

    Ops.
    Aproveitando o fato em si.
    Tem algum buscador no blog, para verificar de repetir posts antigos e checar citações para evitar situações como esta?
    Obrigado.

  5. Marco disse:

    Oi Luiz

    Tem sim. Na coluna da direita, logo abaixo da coluna de comentários, tem um campo chamado “encontre um post antigo”. Lá você pode pesquisar por qualquer palavra chave.

    até

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s