Os benefícios das rotinas para as crianças

Muitos pensam que o fato de ter que cumprir algumas rotinas no cotidiano seja algo chato e mesmo causador de stress para a vida familiar. Por outro lado, em meio a tantos compromissos que a vida moderna solicita dos membros da casa, mesmo das crianças, é praticamente impossível viver sem estabelecer algumas rotinas básicas que ajudem no cumprimento das tarefas.

Estudos mostram que a criação de algumas rotinas para o cotidiano da família é muito importante para aumentar a qualidade de vida tanto dos pais quanto dos filhos. As rotinas ajudam a melhorar o comportamento disciplinar das crianças, a reduzir o stress e a aumentar a capacidade de prestar atenção no que lhes é ensinado. Algumas pesquisas chegam a indicar que prática de rotinas chega até a diminuir a suscetibilidade a doenças.

Partilho a seguir algumas sugestões de rotinas que podem ajudar na educação dos filhos.

Boas manhãs começam na noite anterior, com a preparação das roupas a usar para ida à escola, a separação dos materiais nas mochilas e procurando acima de tudo ir dormir no horário. Assim, ao acordar, as crianças se dedicarão apenas à sua higiene pessoal e ao breve café da manhã para manterem um ritmo calmo de deslocamento para aquela atividade do dia.

No início da tarde, é sempre aconselhável almoçar logo que chegam da escola e não negligenciar este horário. Um descanso breve ajuda na digestão e torna a criança mais calma para o momento da dedicação às tarefas escolares. Breves exercícios como alongamentos de alguns músculos, ajudam no rendimento dos estudos que irão realizar. É importante reservar um espaço adequado e livre de outras distrações que atrapalhem sua concentração naquele momento. Se houver muitos afazeres num determinado dia, uma pequena pausa também pode ajudar.

Os fins de tarde devem ser reservados para atividades de lazer com os amigos, sempre que possível, é claro. A prática de alguma atividade esportiva ou outra como música é muito importante. Às vezes, só se consegue a prática do esporte em escolas dedicadas a este fim; entretanto, se for possível a prática descontraída do esporte com os amigos, a descontração será maior ainda.

No início da noite, sempre que possível, é importante que a família se reúna para o jantar. É um ótimo momento para as partilhas de cada um sobre seu dia, fortalecendo assim as relações familiares. Depois de um dia cheio de compromissos, este momento deve proporcionar uma preparação para a nova noite que se aproxima, buscando desde então ocupar este tempo com atividades calmas que proporcionem um relaxamento, tais como uma boa leitura, uma oração em família, entre outros. É importante que se busque fidelidade ao horário de ir para cama, inclusive por parte dos pais.

Que as rotinas do dia-a-dia possam realmente nos ajudar a aumentar a qualidade de vida de nossas famílias, principalmente para os nossos filhos.

Abraços e até a próxima semana.

Heraldo

Anúncios
Esse post foi publicado em Pais+Filhos. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Os benefícios das rotinas para as crianças

  1. vreginato disse:

    Heraldo

    Sempre um bom texto! Contudo, gostaria de colocar um alerta. Que os pais não confundam uma “rotina para educação” como uma “educação de quartel”. O que quero dizer?

    Eventualmente no ambiente familiar pode-se quebrar a regra, ou porque foi um dia diferente, ou porque um filho está mais alegre por ter conseguido o campeonato, ou porque a filha não está de muito bom humor “naqueles dias”…

    A “flexibilidade” na educação é um ponto de equilíbrio fundamental para um ambiente alegre onde o calor do coração favorece mais do que o rigor das regras.
    Abraços

    Valdir

  2. Lutfe Mohamed Yunes disse:

    Heraldo e Valdir, excelente…

    Isso serve também para minha vida. Abraços, Lutfe

  3. Cristiane disse:

    Heraldo,
    Também gostei bastante e gostaria de acrescentar que sem disciplina não há santidade. Se observarmos a vida dos santos, veremos que eles seguiam rotinas e tinham muita disciplina em suas atividades. Quando organizamos os horários no dia-a-dia, aparece tempo que, muitas vezes, desperdiçamos sem perceber. Inclusive tempo para oração e uma leitura espiritual.
    Em se tratando das crianças, a rotina de fato diminui a ansiedade: a criança “sabe” o que vai acontecer; sabe que terá tempo para brincar além do tempo de fazer as tarefas escolares. E um equilíbrio saudável vai fazendo parte de sua vida.
    abraços,
    Cristiane

  4. Luiz Coelho disse:

    Primeiramente gostaria de parabenizar o Heraldo pelo post, novamente bem escrito e me desculpar por utilizar o seu espaço para algumas considerações…

    Quanto a guarda dos Sábados…Fiz a pergunta por um propósito :

    Os grandes acontecimentos no Novo testamento não se deram no Sábado, mas no Domingo.
    • Ressureição de Jesus: (João 20:1; Marcos 16:9-11)
    • Jesus apareceu a 10 discípulos (João 20-19)
    • Jesus apareceu a 11 discípulos (João 20-26)
    • Jesus apareceu a vários outros discípulos (Mateus 28:1-10; Lucas 24:13-35; João 20:11)
    • Cumprimento da Vinda do Espírito Santo no dia de Petencostes (Levítico 23:16; Atos 2:1-13)
    • Primeira pregação do Apóstolo Pedro (Atos 2:14)
    • Três mil conversões (Atos 2:41)
    • Primeira administração de um batismo em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo (Atos 2:41)
    • Jesus apareceu ao Apóstolo João na Ilha de Patmos (Apocalipse 1:10)

    DURANTE SUA VIDA NA TERRA, JESUS ESCOLHEU O SÁBADO COMO DIA DE TRABALHO.
    1. A libertação do endemonhiado (Lucas 4:31-37)
    2. A cura da sogra de Pedro (Lucas 4:38-39)
    3. A cura do homem da mão mirrada (Lucas 6:6-11)
    4. A cura da sogra da mulher paralítica (Lucas 13:10-17)
    5. A cura de um hidrópico (Lucas 14:1-6)
    6. A cura do paralítico de Betesda (João 5:5-16): (Jesus não só curtou como mandou o homem carregar a sua cama, provocando protestos)
    7. A cura de um cego de nasceça (João 9:1-41)
    8. A pregação aos espíritos em prisão (I Pedro 3:18-20, 4:6)

    Jesus fez questão de trabalhar muito no Sábado, para ensinar a aliança da graça aos judeus. Ele fez questão de contrapor-se ao legalismo fanático do Velho Testamento ( Será então que outras partes do Velho testamento devam ser “revistas” ? )

    NO NOVO TESTAMENTO NÃO EXISTE MANDAMENTO PARA GUARDAR O SÁBADO, EMBORA ENCONTREMOS TODOS OS OUTROS :.
    Antigo Testamento (AT)
    Novo Testamento (NT)

    1.º
    (AT)Êxodo 20:2-3
    (NT)I Coríntios 8:6;Atos 17:23-31
    2.º
    (AT)Êxodo 20:5,6
    (NT)I João 5:21
    3 º
    (AT)Êxodo 20:7
    (NT)Tiago 5:12
    4.º
    (AT)Êxodo 20:8-11
    (NT)? ? ? ? ? ? ? ? ? ?
    5.º
    (AT)Êxodo 20:12
    (NT)Efésios 6:1-3
    6.º
    (AT)Êxodo 20:13
    (NT)Romanos 13:9
    7 º
    (AT)Êxodo 20:14
    (NT)I Coríntios 6:9-10
    8.º
    (AT)Êxodo 20:15
    (NT)Efésios 4:28
    9.º
    (AT)Êxodo 20:16
    (NT)Colossenses 3:9;Tiago 4:11
    10.º
    (AT)Êxodo 20:17
    (NT)Efésios 5:3

    A lei usada sabiamente leva o homem a Cristo e, conseqüentemente, à salvação de sua alma. Porém usada erradamente leva o ser humano à confusão, à heresia, à discriminação e à perdição.

    O Apóstolo Paulo disse que cada cristão deveria decidir se observa ou não o descanso do Sabbath: “Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente convicto em sua própria mente” (Romanos 14:5).

    Devemos adorar a Deus todos os dias, não somente no sábado ou no domingo.

    Tomemos cuidado com o uso que fazemos das leis. Sejamos humildes e sinceros neste campo, pois, do contrário, nós mesmos seremos os mais prejudicados.

    Que assim como tenho tentado fazer em toda a minha vida..que Deus nos ajude e nos dirija para não nos desviarmos da simplicidade das palavras de Jesus; além de evitar que criemos obstáculos ou complicações, que não existem, no seu Evangelho.

    E por último peço desculpas novamente ao Marco….Nunca foi minha intensão “atrapalhar”, mas fazer-nos pensar e crescer juntos e nos tornarmos cristãos cada vez melhores!!! .Mas pelo seu comentário “….discussão serve aos estudiosos ..” entendo que não tenho mais nada a comentar por aqui….Novamente peço desculpas por estudar, ler e aprimorar a minha fé. Sempre vi Jesus como um orientador e um instrutor; por isso primo muito pelo conhecimento e entendimento. Não sabia que no blog para escrevermos temas da igreja Católica Apostólica Romana não poderíamos ser estudiosos…..

    Abraço.
    Ps. Desculpe novamente Heraldo por utilizar o seu espaço !

  5. Valdir Reginato disse:

    A respeito dos Mandamentos e do Sábado podemos colaborar lembrando:

    “Não julgueis que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim para abolir, mas sim para cumprir. Porque em verdade vos digo: antes passarão o céu e a terra, que passe uma só letra ou um só traço da Lei, sem que tudo seja cumprido.”(e segue) Mt (5; 17 26).

    “Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?” Jesus disse-lhe: “Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma, com todo o teu entendimento”. Este é o maior e o primeiro mandamento. O segundo é semelhante a este: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Destes dois mandamentos depende toda lei e os profetas.” (Mat 22, 36-40)

    A respeito do dia do Senhor vale a pena ler (ou reler) Dies Domini, de João Paulo II.

    1. O dia do Senhor — como foi definido o domingo, desde os tempos apostólicos —,(1) mereceu sempre, na história da Igreja, uma consideração privilegiada devido à sua estreita conexão com o próprio núcleo do mistério cristão. O domingo, de facto, recorda, no ritmo semanal do tempo, o dia da ressurreição de Cristo. É a Páscoa da semana, na qual se celebra a vitória de Cristo sobre o pecado e a morte, o cumprimento n’Ele da primeira criação e o início da « nova criação » (cf. 2 Cor 5,17). É o dia da evocação adorante e grata do primeiro dia do mundo e, ao mesmo tempo, da prefiguração, vivida na esperança, do « último dia », quando Cristo vier na glória (cf. Act 1,11; 1 Tes 4,13-17) e renovar todas as coisas (cf. Ap 21,5)
    (…)
    Exorto-vos, portanto, amados Irmãos no episcopado e no sacerdócio, a trabalhar incansavelmente, unidos com os fiéis, para que o valor deste dia sagrado seja reconhecido e vivido cada vez melhor. Isto produzirá frutos nas comunidades cristãs, e não deixará de exercer uma benéfica influência sobre toda a sociedade civil.

    Os homens e as mulheres do terceiro Milénio, ao encontrarem a Igreja que cada domingo celebra alegremente o mistério donde lhe vem toda a sua vida, possam encontrar o próprio Cristo ressuscitado. E os seus discípulos, renovando-se constantemente no memorial semanal da Páscoa, tornem-se anunciadores cada vez mais credíveis do Evangelho que salva e construtores activos da civilização do amor.

    A todos, a minha Bênção!

    Vaticano, 31 de Maio, solenidade de Pentecostes, de 1998, vigésimo ano de Pontificado.

    JOÃO PAULO II

    Valdir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s