E quando não oramos?

Prezados Amigos, vocês já pensaram sobre o que acontece quando não oramos?

A resposta é simples, nós nos distanciamos de Deus e de seu plano divino, deixamos de receber imensas graças e, por fim, perdemos força, fé,  esperança e caridade e, pior, abrimos uma brecha para o inimigo entrar.

Obviamente, Deus não nos deixa de nos amar menos por isso, mas o que acontece é que esquecemos que Deus nos ama e podemos nos angustiar, afligir e, infelizmente, pecar com mais facilidade, rompendo com Deus e deixando de viver em estado de graça santificante.

Rezar é preciso, nos dá força, perseverança, coragem e confiança para encarar o nosso mundo, sem esquecer que nos faz lembrar das bençãos que recebemos, principalmente para agradecer por termos a Deus e Nossa Senhora para nos escutar e socorrer, bem como uns aos outros para amar, na paz de Cristo Jesus.

Quando não oramos, perdemos parte importante de nossas vidas, deixamos de viver a plenitude da intimidade com Deus e corremos o risco de nos envolvermos em um mundo sem sentido próprio.

Amigos, devemos rezar sempre para vencer a tentação, sermos infundidos pelo Espírito Santo, termos a compania de Jesus Cristo e Nossa Senhora e participar ativamente do plano salvífico de Deus Pai, Nosso Criador.

Saibam que vocês tem um amigo para lembrá-los da importância da oração, mas também quando quiserem, para rezar em conjunto e para rezar em família para louvar, agradecer, pedir perdão e para tudo que precisarem. Deus está conosco para tudo que necessitamos!

Amo vocês,

Lutfe

[clássico republicado de 27/04/2010]

Anúncios
Esse post foi publicado em Rezar em Familia. Bookmark o link permanente.

2 respostas para E quando não oramos?

  1. Cristiane disse:

    Prezado Lutfe,
    Obrigada por nos lembrar de coisa tão importante para nossa vida. Gostei e destaco aqui um trechinho muito marcante: “Rezar é preciso, nos dá força, perseverança, coragem e confiança para encarar o nosso mundo, sem esquecer que nos faz lembrar das bençãos que recebemos, principalmente para agradecer por termos a Deus e Nossa Senhora para nos escutar e socorrer, bem como uns aos outros para amar, na paz de Cristo Jesus.”
    abraço,
    Cristiane

  2. vreginato disse:

    Lutfe

    O que é bom e essencial sempre deve ser lembrado, pois o Homem, como diz o filósofo, é um ser que esquece.

    Esquecemos o que passamos depois que tudo melhora. Esquecemos quem nos ajudou, depois que nos sentimos salvos. Esquecemos de agradecer, depois que conseguimos o que era necessário. Esquecemos que esquecemos, e aí nem se quer damos mais importância a tantos que nos ajudam, confortam, e nos fortalecem nesta vida. Parece que tudo vem por vir, chega porque tinha que chegar, ou acontece pelo “meu esforço”, fundamentalmente. E se não acontece somos “esquecidos por todos e também por Deus, pobres miseráveis”! Aí nos lembramos deles para nos lamentar, ou mesmo reclamar.

    E na oração, como você bem disse, uma das nossas atitudes está em agradecer, e disso não podemos jamais esquecer.

    Abraços

    Valdir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s