Trabalho e Natal II

Amigos.

Antes de deixar vocês com o texto abaixo – uma meditação feita no Natal passado, porém muito oportuna também para este – expresso minha alegria por todos vocês que nos acompanharam este ano e digo que temos que manter a chama do verdadeiro Natal viva em nossos corações. Convido-os a participar das festividades de Natal na Paróquia NS do Brasil – informações aqui – e vivam o verdadeiro Amor de Cristo em nossas vidas.

Feliz Natal a todos !

——————————————————————————————-

Muitos temas podem ser abordados dentro do título acima, mas gostaria hoje de lembrar um que sempre me incomodou muito, desde minha formatura e posterior ingresso no mercado de trabalho.

Me lembro que quando criança/adolescente, o periodo de Natal e Ano Novo era mágico para mim (como acredito que era e é para todos nesta idade). Tinhamos a expectativa de todo um mês, nos preparando para o dia de Natal principalmente. O clima (as pessoas na rua mais preocupadas em sorrir do que brigar, que era o comum no restante do ano); a montagem do enfeites natalinos, musicas na televisão, radio, nas ruas; as compras (sim as compras); Os preparativos na paróquia para a missa de Natal (que era muito especial, eu dizia que era a mais bonita do ano…). Enfim, quando o Natal chegava, estava com o coração pronto para aquela festa, que terminaria somente no ano novo, com a festa do dia Mundial da Paz.

Bem, quando comecei a trabalhar, isso mudou um pouco. Dezembro era o mês “pela metade” como dizia meu gerente na época, então “temos que trabalhar dobrado pra compensar os dias parados”…. O que acontecia normalmente era que eu (e todos que trabalhavam comigo) trabalhavamos muito neste mês e quando viamos já era final do dia 23 de dezembro. Íamos pra casa com aquela sensação:

“Nossa… amanhã já é Natal !!!”

Eu ficava com a nítida impressão que algo estava errado… Quando eu não tinha que trabalhar no dia 24 (ou ficar de plantão todo o Natal), ia pra casa, tentando buscar aquele clima que era comum para mim neste período, mas somente lembrava da montanha de trabalho que eu havia feito nas últimas semanas… Quando chegava a missa de Natal, via que o dia estava ali e eu ainda não muito preparado.

Hoje estamos no dia 20 – há 04 dias do Natal – e podemos fazer algo para não sermos “pegos de surpresa” pela festa que se aproxima. Além de aproveitar as missas do advento, que são a própria preparação para o Natal, podemos montar nestes 04 dias nossa preparação pessoal para o Natal e buscar, mesmo tendo que “trabalhar dobrado” o clima de alegria e esperança que o Nascimento do Menino Deus – Jesus – tem a nos oferecer:

  • A Cris nos ofereceu as meditações de Natal, que podem ser feitas ao longo destes dias e nos farão refletir e nos preparar para a festa;
  • Exerça a generosidade Cristã o mais rápido possível. São Fransciso no diz que “há mais felicidade em dar do que receber…“;
  • Reze por aqueles que lhe magoaram (incluindo o chefe do trabalho dobrado, he he he) !! Rezar por estes, irá levá-lo a uma experiência de amor e esperança que o Natal pede. Irá preparar seu coração para receber com alegria Aquele que Vem. Sem mágoas e sentimentos pesados.
  • Peça perdão… Saber pedir perdão é algo sublime, que vem de um coração cheio de Deus !! Perdoar ou pedir perdão é comum nesta época, mas geralmente é feito no dia de Natal, num momento mais emotivo…. Não espere tanto. Faça isso hoje, agora, não deixe pra depois !! Buscando essa humildade hoje por decisão, a realidade do Natal chegará bem mais cedo em seu coração !!

Com estes pequenos atos, não importa sua realidade, tenho certeza que o Natal não chegará de repente, e estaremos, bem antes, celebrando este grande dia em nossos corações !! Nos vemos semana que vem mas, Feliz Natal hoje !!

Anúncios

Sobre Marco

Marco é casado com Mariana e tem os pequenos Carol e Rafael. Ele é formado em Tecnologia da Informação, pós graduado em administração e trabalha há 14 anos no mercado corporativo de TI. Atua na Igreja Católica desde a adolescência, participando de grupo de jovens, ministérios de música e equipes de evangelização. Está na pastoral da familia da paróquia Nossa Senhora do Brasil desde 2007, atuando junto às familias e aos casais que buscam o matrimônio.
Esse post foi publicado em Familia&Trabalho. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Trabalho e Natal II

  1. Luiz Coelho disse:

    Bom dia a todos…termino o ano com um grande abraço fraternal e um desejo de plenitude natalina para todos e ótimas realizações no ano que está por vir !!!

    Refletindo sobre as palavras do Marco ( sobre o perdão )…..me veio outra lembrança….“Nem Jesus Cristo agradou a todos….por isso não se sinta inferior caso isso lhe aconteça !”….Lembrei dessa frase que ouvi a muito tempo !

    Dentre os sete pecados capitais, a Soberba ( orgulho, arrogância ) é um sentimento mais presente do que acreditamos ser! A sensação de se sentir melhor, superior aos outros, ou seja, a falta de humildade. Isto leva a criar um conceito de si mesmo elevado, que não corresponde à realidade, o tal amor próprio ou amor a algum sentimento que acredita torná-lo melhor que alguém. Surge com isso a necessidade de aparecer, de ser visto, passando inclusive por cima de padrões éticos, e morais ( o fim justiça os meios ); levando a minimizar e a ridicularizar os outros em prol de um sentimento de superioridade distorcido.

    É ai que entra o perdão !….Muitas pessoas se consideram melhores por serem, terem, saberem ou sentirem algo a mais do que os outros , e acabam se colocando de maneira superior àqueles que acreditam ser menos afortunados..”Quanto mais lhe for dado, mais lhe será cobrado !”

    Algumas pessoas tentam evitar assuntos que podem provocar conflitos com a intenção de agradar e não brigar. Mas fazer isso com as pessoas que amamos não contribui para o relacionamento. Primeiro, porque não é preciso brigar, podemos dizer o que nos incomoda com carinho, no desejo de manter a relação feliz. Se optarmos por silenciar, duas coisas podem acontecer: o ressentimento e a raiva irão se acumulando até desgastar a relação ou não daremos a chance ao outro de mudar e crescer. Fale sobre os aspectos ou as atitudes que o incomodam, ou que não concorda; mas faça-o de modo amoroso e construtivo, sem raiva ou agressividade. Afinal, são duas pessoas administrando sua própria felicidade e acrescimento pessoal.

    O orgulho e a falta do perdão podem nos cegar ao ponto de acharmos que estamos sempre certos e os outros sempre errados.

    Quando nos encontrarmos em conflito com os outros, evitemos suposições precipitadas. Falemos apenas com certeza, utilizando o nosso maior grau de sensibilidade e conhecimento. E aprendamos a perdoar ( a nós mesmos e aos outros ) pela nossa falta de bom senso; não só nesta época de Natal, mas por toda a nossa vida.

    Conte o jardim pelas flores,
    E nunca pelas folhas que caíram.
    Conte seus dias pelas horas ensolaradas,
    Nunca pelas nuvens.
    Conte suas noites pelas estrelas,
    Nunca pelas sombras.
    Conte sua vida pelos sorrisos,
    Nunca pelas lágrimas.
    E, com a alegria de cada aniversário,
    Conte a idade pelos amigos, não pelo passar dos anos.

    Que a benção do menino Jesus envolva a todos !!!
    Luiz Coelho

  2. Joao Carlos disse:

    Lindas e oportunas mensagens deixadas tanto pelo Marco como pelo Luiz Coelho.
    Um Feliz e Santo Natal a todos !
    Juninho

  3. Lutfe disse:

    Luiz, é muito bom ler de novo suas palavras.

    Marco, Luiz e Juninho e todos os outros fiquem com Deus…

    Abraços,

    Lutfe

  4. vreginato disse:

    Caríssimo Luiz

    Estou contente por te ouvir (ou ler) novamente nesta colocação sobre o artigo do Marco!

    Este é o grande presente que recebemos no Natal por sermos Filhos de Deus! Esta fraternidade!

    Que continuemos juntos em 2011, caminhando na vontade de Cristo de nos encontrarmos um dia nesta Terra Prometida que é a eternidade junto ao Amor do Pai.

    Feliz Natal a você e toda família! E parabéns ao Marco pelas palavras!

    Abraços

    Valdir Reginato

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s