Temos uma Mãe no céu

No dia 08 de dezembro é celebrada na Igreja a Solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora. Em 1854, nesta data, através da bula “Ineffabilis Deus” do Papa Pio IX, a Igreja oficialmente reconheceu e declarou solenemente como dogma: “Maria isenta do pecado original”. A própria Virgem Maria, na sua aparição em Lourdes, em 1858, confirmou a definição dogmática e a fé do povo dizendo para Santa Bernadette e para todos nós: “Eu Sou a Imaculada Conceição”.

Ao participar da Santa Missa na manhã desta quarta feira, o sacerdote celebrante, após a homilia focada na Liturgia do dia, contou-nos uma experiência que viveu em seu primeiro ano de sacerdócio e que levou a muitos de nós participantes da Missa a um momento de emoção com seu relato.

Contou-nos então que foi procurado na paróquia em que trabalhava por uma mãe que a ele chegou em prantos, pedindo-lhe que fosse abençoar e orar por seu filho de 6 anos que estava gravemente enfermo num hospital da região. Ele, sem hesitar, tendo em vista o estado abalado da mãe, foi depressa com ela até onde estava o menino. Depois de um bom tempo tentando conversar com o menino, nada conseguiu dele em palavras. Pensou que a falta de reação do menino fosse uma conseqüência da doença, que pôde notar ser um câncer. Então orou por ele, abençoou-o e estava já se retirando quando o menino o chamou: “Padre!” Ele mais que depressa voltou ao menino e lhe respondeu: “Sim, meu querido, o que desejas?” E o garoto perguntou-lhe: “Padre, no céu nós temos uma mãe?” Ao que o padre respondeu: “Sim, no céu nós temos uma Mãe que acolhe de braços abertos todos os que lá chegam, após uma vida na graça com seu Filho Jesus.” Então o garoto mostrou-lhe um olhar de esperança ao que lhe fora revelado e aos poucos, ali naquele momento, diante do sacerdote e da própria mãe, entregou-se nas mãos da Mãe do céu. Foi um momento marcante na vida do sacerdote e creio que nas nossas também que ouvimos seu testemunho. E o sacerdote completou sua homilia, ressaltando que temos uma Mãe no céu que é Imaculada e deseja que todos os seus filhos também o sejam, através da vida nova que seu Filho proporciona a todos os que a Ele se abrem. Somos chamados a ser santos e irrepreensíveis em Jesus que nos libertou do pecado.

Ainda numa reflexão sobre a história do menino contada pelo padre, vemos que o pequeno garoto amava muito sua mãe terrena e dela recebia todos os possíveis cuidados e carinhos, a ponto de já estar com saudades dela, antes mesmo de partir daqui, em meio a tantos sofrimentos. Entretanto, a certeza de que para onde iria teria outra Mãe para ajudá-lo, levou-o a entregar-se confiante no momento derradeiro de sua vida terrestre.

Que a devoção a Nossa Senhora seja sempre cultivada em nossos lares e de forma especial no coração de nossos filhos, desde a mais tenra idade.

“Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós!”

 

Abraços e até a próxima semana.

 

Heraldo

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Pais+Filhos. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Temos uma Mãe no céu

  1. vreginato disse:

    Heraldo

    Estas são palavras de esperança ao pequeno moribundo e a todos nós que, na consciência de nossas fraquezas, procuramos lutar e perseverar por “uma vida na graça com seu Filho Jesus”.
    Obrigado. Bom dia.
    Valdir

  2. Lutfe disse:

    Heraldo, que lindo… Obrigado pelas palavras… Lutfe

  3. marilia de siqueira disse:

    Emocionante este relato. Muito importante para contarmos para muitas pessoas. Muitas vezes esses fatos removem mais do que muitos raciocinios. Feliz Natal!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s