Segurança nas coisas

Olá

O que entendemos quando ouvimos a frase:  “aquela família esta estabilizada…”  ??

O senso comum diz que aquela família está financeiramente estabilizada. Tem apartamento, casa na praia, carros,  filhos estudando em bons colégios, viajam frequentemente de férias, etc. O pai tem bom emprego com alto cargo em grande empresa ou sua própria empresa prosperando rapidamente. E o que tem de errado nisso ??? Até aqui nada, imaginem o cenário a seguir:

Imaginem que este pai seja demitido ou que a empresa dele venha a falir e a familia tenha que reduzir drasticamente o nível de vida. Os filhos deveram deixar suas escolas para cursar escolhas com melhores preços. A casa na praia deverá ser vendida e as viagens estão suspensas, além de reduzir a quantidade de carros da casa !!

O quanto estabilizada veremos esta família agora ? É notório que a estabilidade financeira se foi mas neste momento que devemos ver onde esta família lançou seus alicerces. Foi na unidade famíliar baseada no ensinamento Cristão ou na segurança que sua estabilidade financeira e status do emprego trouxe ? Se a resposta foi a segunda alternativa, essa família enfrentará grandes problemas apartir deste ponto ou até virão a ruir…

É isto que chamamos de segurança nas coisas. É uma família que apesar de ter uma grande estabilidade financeira, não tinha a mesma estabilidade familiar, baseando sua tranquilidade nas suas posses e não nos membros de sua família, olhe o que diz no Evangelho de Mateus 7, 24-27:

“Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática é como um homem sensato, que construiu sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram contra a casa, mas a casa não desabou, porque estava construída sobre a rocha.Por outro lado, quem ouve estas minhas palavras e não as põe em prática é como um homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos sopraram e deram contra a casa, e ela desabou, e grande foi a sua ruína!”

O que temos e conseguimos adquirir com o nosso trabalho servem para vivermos bem com aqueles que amamos e não o contrário, sempre que colocarmos o que temos antes do que somos, construiremso nossa cada na areia. Deixo vocês com mais uma meditação, agora do Evangelho de Lucas 12,16-21:

E contou-lhes uma parábola: “A terra de um homem rico deu uma grande colheita.Ele pensava consigo mesmo: ‘Que vou fazer? Não tenho onde guardar minha colheita’. Então resolveu: ‘Já sei o que fazer! Vou derrubar meus celeiros e construir maiores; neles vou guardar todo o meu trigo, junto com os meus bens. Então poderei dizer a mim mesmo: Meu caro, tens uma boa reserva para muitos anos. Descansa, come, bebe, goza a vida! ’ Mas Deus lhe diz: ‘Tolo! Ainda nesta noite, tua vida te será retirada. E para quem ficará o que acumulaste? ’ Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo, mas não se torna rico diante de Deus”.

(clássico republicado de 16/11/2009)

Anúncios
Esse post foi publicado em Familia&Trabalho. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Segurança nas coisas

  1. Valdir disse:

    Marco

    Duas parábolas, com mais de dois mil anos e tão atuais! Isto é o que deixa-nos maravilhados com os Evangelhos, com Cristo. Como está sempre falando ao coração dos homens em todos os tempos, com conselhos que constroem a verdadeira sustentabilidade que interessa na vida da família.
    As diferenças do “TER” e o do “SER” sçao mais do que conhecidas, no entanto parece que nos esquecemos delas frequentemente. É preciso ser cada dia mais cristão, para se poder ter melhor estabilidade, indiferente das circunstâncias externas e temposrais.

    Abraço

    Valdir

  2. Alessandra de Angelis disse:

    O que vejo no mundo atual, “moderno”, como muitos dizem, é que as pessoas tem colocado os bens materiais sempre à frente de tudo, inclusive de Deus, o que deixa o homem cada vez mais distante da sua missão e do seu encontro com o criador.

    Vale a pena repensar conceitos, atitudes e principalmente o que vamos levar desta vida, o que realmente importa para nós.

    Abraços,
    Alessandra de Angelis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s