Ops… errei

Ola

  “herrar é umano”, certo ?

  Em partes. Sabemos que todos nós erramos, mas vivemos em uma cultura empresarial que a cada dia que passa, torna-se menos tolerante ao erro. Do outro lado temos nós, trabalhadores, tentando fazer o possível para não entrar nessa mira.

  Porém… e se o erro acontece ?!

  Nossa reação imediata é tentar consertar o erro, melhor ainda se for antes de alguém perceber, “Que Deus me proteja, para ninguém ver o que eu fiz..“, alguém pode dizer…

  E quando o erro é maior do que a vontade de esconder. Qual sua reação ? Levantar a mão e pedir ajuda, dizendo “desculpe-me, errei. terei mais cuidado na próxima vez para que isso não aconteça. Mas agora preciso de ajuda” ? Ou fica naquela de sempre: “Olha, eu errei neste ponto mas foi por causa do fulano (ou não tive acesso a todas as informações..) que fez isso e o outro que fez aquilo.” ??

  A cobrança para não errar e a visão que um erro “mancha” sua carreira nos faz com que tenhamos comportamentos assim.  Humildade nestes casos é a maior porta de saída para o problema. Já passei por estas situações no passado e o fato de assumirmos o erro e pedirmos ajuda, partilhando o problema, é bom para você, para a equipe e para o resultado final.

  Cabe a nós assumirmos as consequências (se cabiveis) pelo erro e seguirmos em frente, usando isto como aprendizado.

boa semana a todos !!

Anúncios

Sobre Marco

Marco é casado com Mariana e tem os pequenos Carol e Rafael. Ele é formado em Tecnologia da Informação, pós graduado em administração e trabalha há 14 anos no mercado corporativo de TI. Atua na Igreja Católica desde a adolescência, participando de grupo de jovens, ministérios de música e equipes de evangelização. Está na pastoral da familia da paróquia Nossa Senhora do Brasil desde 2007, atuando junto às familias e aos casais que buscam o matrimônio.
Esse post foi publicado em Familia&Trabalho. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Ops… errei

  1. Lutfe disse:

    Marco, escrevi sobre isto um tempo atrás, estou colocando todo o post e o comentário do Valdir para você ler e incrementar o texto… Abraços, Fique com Deus, Lutfe

    Quisemos acertar, mas erramos, Deus nos dá a chance de consertar!
    11 maio 2010 por lutfeyunes

    Prezados Amigos, poderia acabar o meu post, somente com o título dele, mas valem algumas reflexões.

    A primeira é que sempre temos a vontade de acertar, mas as vezes erramos. A não ser por mera liberalidade e vontade de prejudicar alguém, o que já seria a própria constituição do pecado, erramos a maioria das vezes por desatenção ou confusão ou, as vezes, na melhor da boa intenção (nossa até rimou)!

    O fato é que o erro é nosso companheiro diário. Não estou falando do erro grave do pecado mortal ou mesmo do pecado venial, mas daqueles erros ordinários da vida humana, como uma frase mal colocada para o filho, o envio de uma mensagem eletrônica errada, uma pesquisa mal feita e diversos outros erros cotidianos que fazem o favor de nos acompanhar no dia a dia de nosso trabalho, rotina da família e dentre outras inúmeras ocasiões.

    O que percebi é que se estivermos com o pensamento e na presença de Deus e viermos a errar, humanamente falando, (não é o caso do pecado, que neste caso, somente nos “consertamos” pela confissão), Deus sempre nos dá uma oportunidade de consertarmos esse erro, por meio de nossos próprios atos, pedindo desculpas, dando-nos a oportunidade de enviar a mensagem de e-mail correta, fazendo a pesquisa precisa ou fazendo que alguém de bom coração conserte o nosso erro. A verdade é que Deus nos dá a oportunidade de acertarmos, mesmo quando insistirmos em errar, se estivermos com Deus, ele vai nos ajudar.

    Por isso mesmo devemos perdoar sempre os erros dos outros e ajudar o próximo a ter mais atenção e a crescer nas virtudes e como ser humano e principalmente como cristão.

    E o que isso tem haver com oração? Tem tudo haver! Orando estamos com o pensamento e na presença de Deus constantemente e Deus nos dá a oportunidade de reparar os nossos erros e cumprir com as nossas obrigações em todas as esferas da vida.

    Sou da teoria que errar é humano e sempre penso em achar a solução, antes mesmo da achar o culpado. Erro grave só o pecado e para isso temos o melhor remédio que é a confissão!

    Um abraço a todos,

    Lutfe
    Publicado em Rezar em Familia | 2 comentários

    2 Respostas
    em 12 maio 2010 às 08:23 | Responder Valdir Reginato
    Lutfe

    Suas palavras são de muito ânimo, pois o número de vezes que erramos !!!!

    Contudo, penso, quanto mais passa o tempo da vida, que na verdade SÓ acertamos, quando estamos com o coração em Deus, em oração.

    A liberdade está em sempre escolhermos o Bem, e o Bem está sempre em Deus, e nada que é bom pode estar fora Dele.

    Ainda que existam aqueles que não conhecem a Deus e possam fazer coisas boas, o fazem porque Deus permanece no coração de todo homem de boa vontade, e a”boa vontade” procede de Deus.

    Por isto falamos do Batismo de desejo, daqueles que sem ter ouvido falar de Cristo, e vivem bem, se O conhecessem, certamente pediriam o batismo do Senhor.

    Agir bem, exige estar com Deus e estar com Deus é estar em oração.

    Abraço e obrigados por suas palavras nesta manhã.

    Valdir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s