Longe dos olhos…

Ola a todos

 Posso dizer, sem medo de errar, que constituir uma família e um carreira nos dias de hoje tira as forças de qualquer um. Nas conversas que tenho com colegas de trabalho e profissionais de outras empresas noto que 2 sentimentos sempre imperam. Cansaço e culpa.

  Cansaço, por ter a sensação que estamos sempre correndo atrás. Chegamos no trabalho, reunião, viagem sempre em cima do horário.  Na família também, chegamos (os pais) em cima da hora dos filhos dormirem (qdo chegamos). As mães degladiam-se para participar da vida dos filhos mais do que a escola ou babá e por isso comem no transito, não almoçam no trabalho para sairem mais cedo e sofrem sempre que pegam um congestionamento…

  Culpa pelo reflexo dos problemas citamos acima. Muitos acham que não conseguem dedicar-se melhor ao trabalho devido as suas obrigações em casa. Na contramão desta via, muitos pais e mães culpam-se por não conseguir dedicar-se a si mesmos ou aos filhos devido a longa jornada de trabalho.

  Eu gostaria de citar 2 exemplos para reflexão do problema acima:

  • O primeiro é a história da Lia, que contei a alguns meses atrás. Neste caso, a certeza que mais nada pode ser feito a respeito, pode trazer a serenidade e forças para continuar…
  • O segundo é de uma profissional (casada 2 filhos) que, conversando comigo sobre a carreira dela, pediu minha opinião sobre o seguinte problema: Continuar na empresa onde ela trabalha, que é longe da casa dela e tem uma jornada de trabalho bastante pesada porém que é uma das melhores do ramo no mundo e onde sua carreira anda a passos largos. Ou aceitar uma proposta de uma empresa bem menor (e que esta muito interessada na experiência dela) porém praticamente vizinha da casa dela e com uma jornada de trabalho quase 50% menor, contando porém que sua carreira pararia de crescer…

  Boa reflexão

ate semana que vem !!

Anúncios

Sobre Marco

Marco é casado com Mariana e tem os pequenos Carol e Rafael. Ele é formado em Tecnologia da Informação, pós graduado em administração e trabalha há 14 anos no mercado corporativo de TI. Atua na Igreja Católica desde a adolescência, participando de grupo de jovens, ministérios de música e equipes de evangelização. Está na pastoral da familia da paróquia Nossa Senhora do Brasil desde 2007, atuando junto às familias e aos casais que buscam o matrimônio.
Esse post foi publicado em Familia&Trabalho. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Longe dos olhos…

  1. Luiz Coelho disse:

    Bom dia…( velhinho – rs – )
    Complementando o texto…: Quais são as suas prioridades na vida ?………..É o eterno problema de economia e escassez….o famoso “cobertor curto”…..se cobre um lado, descobre outro…. Se acreditamos termos apenas UMA existência terrena e que seremos “julgados” pelas nossas escolhas e decisões tomadas…… Qual a maneira correta de desfrutá-la ? É uma questão de escolha pessoal…..Qualquer escolha tem fortes argumentos defensáveis……será que existe uma escolha certa e uma errada ?

    Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s