Cinedebate – Mãos Talentosas – Thomas Carter

Olá a todos os leitores do Casa de Familia!!!

Bem vindos a mais um No Sofa da Sala!!!

Temos mais uma sugestao de filme, hoje. E de um leitor assíduo: o Faissal!

Obrigado pela dica, Faissal!!! Quem quiser enviar uma sugestão pode mandar ao email ou postar aqui e nós publicamos!!!

Mãos Talentosas – A história de Ben Carson

Comentários abaixo. Fonte: http://divagaredevagar.blogspot.com/2010/02/filme-maos-talentosas.html

“Hoje assistir a um filme que muito me tocou.

“Mãos Talentosas” do diretor Thomas Carter, cinematograficamente é um filme leve. Mas em questão de conteúdo e sugestão de reflexão é incrível.

A história foi tirada do livro biográfico do famoso doutor neurocirurgião pediatra, o menino Benjamim S. Carson – o Benny, pobre e negro (que nos EUA isso pesa ainda mais… Infelizmente! Assim como no Brasil e muitos outros países que ainda alimentam esse preconceito.) de Detroit. Sofria dificuldades no aprendizado do ensino regular e só foi superar essa barreira após a mãe – que só estudou até a 3ª série, exigir que ele e o irmão aprendesse toda a tabuada.

A mãe, com problemas psiquiátricos se interna em um hospital e os deixa algumas semanas com uma senhora. No dia que Benny consegue tirar “A” no teste (depois de muitos “E” e “F”), chega em casa contente e encontra a mãe de volta. A felicidade foi dobrada e dá-se início a grandes conquistas seguidas. Sua mãe que trabalhava de faxineira na casa de um senhor rico que tinha uma grande biblioteca, começa a se interessar por esses livros e a lê-los na companhia de seu chefe.

Os filhos que agora não podiam assistir mais do que dois programas de TV por semana, foram também ordenados pela mãe a ler dois livros e escrever os resumos.

Não houve outro caminho, os Carsons indubitavelmente entraram no ciclo de estudos que só o levaram a serem bem sucedidos.

Sua mãe, Sonya Carson cresceu afirmando uma bela verdade ao filho Benny: “Você pode fazer tudo o que os outros fazem, só que você fará melhor!”

Sonya tem um papel motivacional e de plena função educacional, onde possui o papel de pai e de mãe. É uma mulher, uma guerreira, uma mãe e também um grande exemplo da função que a família possui na construção do caráter de uma pessoa!

Link no IMDB: http://www.imdb.com/title/tt1295085/

Anúncios

Sobre Familia Guarita

Zé (José Armando - engenheiro civil) e Malu (Maria Lucia - médica fisiatra) se casaram em junho de 2009 na igreja Nossa Senhora do Brasil. Ao se inscreverem para casar nesta igreja, conheceram o pároco Pe Michelino, que os chamou para participar da Pastoral da Família. Durante seus 1 ano e 9 meses de noivado, e atuais 2 anos de casados, eles vem participando das palestras quinzenalmente, tal como de sua organização. "Estes 4 anos de participação na Pastoral da Família fizeram com que aprendêssemos muito e esperamos agora poder contribuir bastante com esse novo meio de aprendizado que é o blog Casa de Família"
Esse post foi publicado em No sofá da sala. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Cinedebate – Mãos Talentosas – Thomas Carter

  1. Luiz Coelho disse:

    Bom dia….ótimo post e ótimo filme

    Mais um MARAVILHOSO exemplo de que a falta de um pai não impede em NADA que os filhos se tornem exemplos de superação e orgulho para a mãe, sem nenhum “problema freudiano”.

    Não importa se você foi criado por uma pessoa, ou por duas, três, quatro……o que importa é a educação e os exemplos que seus “professores de criação” lhe deram; isso é que fará toda a diferença na sua vida !

    Abraço a todos e bom final de semana.

  2. Familia Guarita disse:

    Tomara que fosse regra tal opinião, Luiz… assim para todos os casos de órfãos e crianças com falta em casa, essas seriam outros Ben Carson… mas infelizmente não é assim… certo? Vc sabe muito bem disso…

    Quem quer saber sobre o que estamos (o Luiz e eu) falando, dê um pulo no post https://casadefamilia.org.br/2010/07/20/o-remedio-da-igreja-para-aids/.

  3. Luiz Coelho disse:

    Concordo plenamente que não é regra…..por isso também nem todas as crianças nascidas das “famiias naturais”; também não se tornam vários Ben Carson……. infelizmente não é assim… certo?

    Isso só depende :

    1-) Da criação que a criança teve, e

    2-) Do próprio esforço criança.

    Gostei da frase da Mãe dele :

    “Você pode fazer tudo o que os outros fazem, só que você fará melhor!”………..Isso é que é motivação !!!!!

  4. Faissal disse:

    boa noite a todos!
    desculpem a demora em comentar. fiquei muito tempo atrapalhado com o trabalho.
    fico feliz que tenham gostado do filme. chorei em diversas oportunidades. muito emocionante.
    se me permitirem, gostaria de dar mais uma sugestao. trata-se de um filme diferente (roteiro e etc). foge um pouco deste formato, mas tb emocionante.
    “sete vidas”, com Will Smith. trailer http://www.youtube.com/watch?v=zXkJW7ar0AE.
    para quem gosta de filme mais light, mas tb emocionante, aconselho Duelo de Titãs, com Denzel Washington.

    trata de uma questao importante, preconceito racial nos USA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s