Amor de Pai

Prezados Amigos,

 Quero falar hoje um pouco do amor de pai, mais exemplificada e especificamente, do amor de pai que sinto pelo meu filho.

  Dificilmente teria a extensão exata para quantificá-lo, preocupo-me com o seu futuro, mas, no momento presente, tento lhe dar todo o carinho e afeto que brota de meu coração, estando presente, participando de suas brincadeiras e, quando necessário, impondo-lhe limites com relação às suas reações de raiva, por exemplo, coisas que já brotam do ser humano, mesmo no seu estado bruto, como instinto dos seus limitados estados psicológicos e de conhecimento espiritual e material.

 Mas por que estou falando do meu amor de pai e da educação do meu filho? Falo do meu amor e do amor de todos os pais do mundo e de seus respectivos atos de educação, para falar do amor incondicional e ilimitado de Deus como Pai, Criador e Educador de todos os seres humanos que vão ao seu encontro.

 O amor de Deus por nós é tão infinito que Ele nos deu o seu filho unigênito para nos ensinar, educar e morrer por nossos pecados.

 Deus nos mandou o professor, Jesus Cristo, a instituição de ensino que é a Igreja, a cartilha que é a Bíblia e a forma de perguntarmos e obtermos as respostas que é a oração. Nossa Senhora é a mãe preocupada que intercede por nós sempre que precisamos.

 Deus abençoe a todos, peço que vocês meditem no amor de Deus por vocês, meditem que Ele nos ama acima de tudo, do jeito que somos, com todas as nossas limitações, cabendo a nós irmos em direção ao Pai para recebermos o abraço e a educação de vida por nós tanto desejada. Você ama o seu filho? Deus nos ama a todos muito mais!!!

Abraços a todos que Deus lhe abençoem,

Lutfe

Anúncios
Esse post foi publicado em Rezar em Familia. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Amor de Pai

  1. Luiz Coelho disse:

    Bom dia…

    Acho muito válida a idéia de reflexão sobre nosso papel de pai, na vida de nossos filhos….mas juntamente com isso me veio o outro lado da moeda…o nosso papel de filhos….está também em total sintonia e harmonia ?

    Nossas vidas são compostas por sucessivas etapas, momentos e eventos diários…. Hoje formamos nossa própria família…..e deixamos o lar que foi nosso por vários anos. E agora ?….Como nossos pais vão reaprender a viver sozinhos; agora que os filhos cresceram e a casa se tornou “vazia” durante a semana ?

    Do mesmo modo que dedicamos vários momentos com nossos filhos, os mesmos nos foram dados por nossos pais…..Anos de dedicação e agora a natural conseqüência…”Os filhos foram criados para o mundo”…e seguem suas vidas

    Hoje como pai vejo como os meus se dedicaram e até se absteram de muitas coisas em função do meu aprendizado. Todos os dias agradeço a Deus e espero tanto poder passar os mesmos ensinamentos ao meu filho; como agradeço todos os dias àqueles que me ensinaram e ainda ensinam os valores da vida.

    Obrigado pais, por tudo ! Que Deus abençoe vocês !

  2. Valdir disse:

    Lutfe

    É sempre bom lembrar que exercemos o “papel” de Deus, como pai de nossos filhos. Seja na orientação, seja principalmente pelo exemplo. Portanto, estar em constante oração junto a Deus é a melhor maneira de nós podermos passar a nossos filhos a presença do Pai (Deus) a eles.

    Abraço

    Valdir

  3. Fernanda disse:

    Lú:
    Saiba que você vem desenvolvendo admiravelmente o seu papel de pai, inclusive na condução de uma boa educação amparada nos ensinamentos do cristianismo que, certamente, ajudarão em muito na galgada da vida do nosso querido filho.

    Um beijo grande de sua esposa.

  4. Luiz Coelho disse:

    Apenas colocando o meu ponto de vista…..Prefiro pensar na idéia de ser um grande amigo do meu filho, no lugar de fazer o “papel” de Deus….pois nunca pretendi passar uma imagem de perfeição e infalibilidade para ele. Quero que ele me veja como sou….com mais defeitos do que gostaria de admitir…assim ele sentirá mais similaridade e aproximidade comigo e verá em mim uma pessoa com algum conhecimento sobre a vida e que adoraria ensinar-lhe o que aprendeu e também aprender sempre com ele….uma parceria para a vida toda….

  5. David Pires disse:

    Parabéns, Lutfe. Essa proximidade/afinidade com os filhos é salutar e benvinda aos olhos de Deus. Ele certamente disporá dos meios para que essa aliança se fortaleça ao longo da árdua caminhada da vida.

  6. Valdir disse:

    Meu caro Luiz Coelho

    Penso que já escrevi nestas páginas o suficiente para não se pensar que “somos Deus”.

    O “papel” de Deus ( “””””””””””””) não significa passar a divindade, a perfeição, ou o inatingível que não somos, aos nossos filhos.
    Concordo plenamente que temos que passar a idéia de um pai que erra e acerta e procura melhorar a cada dia.
    (Para mais sugiro o livro ” Aprendendo a ser pai em dez lições” – 3ª edição, Paulinas).

    Contudo, o “papel” de Deus significa na sua autoridade, e não autoritarismo, que os filhos esperam que o pai exerça, no seu exemplo, e em passar um modo mais visível e concreto para a criança que temos um Pai, superior, que nos ama muito mais do que nós mesmos poderemos amar.

    Será mais fácil de compreender a existência e ação de Deus, quando agimos buscando ser o Seu exemplo, ainda que repleto de defeitos, mas no esforço cotidiano.

    Devemos de fato procurar ser amigos dos filhos, como voce bem disse, mas numa dimensão que é única, na qual você será sempre o pai e ele o filho, não para que se estabeleça degraus de mando, mas para que se ofereça a devida referência na infância, segurança na adolescência, e um conselheiro para sempre.

    Um forte abraço

    Valdir

  7. wma disse:

    lutz,
    sua melhor publicação até hoje, sem dúvida.
    clara, concisa e tocante.
    me surpreendeu positivamente meu amigo.

    abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s