Frutos do Ano Sacerdotal

Caros leitores

O papa Bento XVI encerrou o ano sacerdotal no dia 11 de Junho com a celebração da Santa Missa, onde mais de 15000 sacerdotes do mundo interio participaram. Percebemos o esforço do papa em promover novas vocações, assim como fortalecer na perseverança daqueles que abraçaram sua vocação, que ainda que conte com a  grande alegria de ser mais um “Cristo” na terra, não deixa de incluir os grandes desafios do sacríficio deste chamado comprometido.

Os frutos deste ano já começam a aparecer, e para que eles sejam mais numerosos há necessidade das nossas orações constantes junto ao Espírito Santo. Temos insistido nisto nesta coluna, pois há necessidade de vigilância permanente nesta oração, fundamental para a Igreja. Vejamos este relato do que aconteceu na Austrália. É grande o ânimo  da narração, ainda que o número seja pequeno para o enorme continente australiano. A messe será sempre maior do que os trabalhadores.

Austrália: vocações, o milagre do Ano Sacerdotal

Número de seminaristas e sacerdotes deixa de diminuir no país

SYDNEY, quinta-feira, 10 de junho de 2010 (ZENIT.org)  Seis novos padres ordenados em Sydney e outros 6 em Melbourne em 2010. Um grande incremento de seminaristas em toda a nação: são as cifras que demonstram o “milagre ocorrido no Ano Sacerdotal”, como diz, em uma mensagem enviada à Agência Fides, Pe. Brendan Lane, Reitor do Seminário “Corpus Christi” em Melbourne.
Pe. Lane nota que o fenômeno é uma contra-tendência em relação ao declínio das vocações e das ordenações sacerdotais dos últimos anos. “Vinte anos atrás, podia-se pensar que éramos destinados à extinção” destaca mas hoje, as perspectivas são outras.

A Igreja australiana alegra-se por este momento, que oferece novas esperanças para o futuro. A comunidade católica de Sydney está se preparando para a cerimônia de ordenação de seis novos padres, em concomitância com o encerramento do Ano Sacerdotal, em 11 de junho, na Catedral de Santa Maria, presidida pelo Cardeal George Pell. A Arquidiocese conta também 63 seminaristas, um significativo aumento, pois em 2000 eram apenas 17.

Seis novos sacerdotes serão ordenados também em Melbourne, que acolhe em seus institutos mais de 50 seminaristas provenientes dos Estados de Vittoria e Tasmania. Em Brisbane, onde em 2008 foi construído um novo Seminário, os seminaristas duplicaram em dois anos: de 16 para 32, atualmente. O mesmo fenômeno é observado no Seminário de Wagga Wagga (que hospeda 20 alunos) e nos dois existentes em Perth (no total, 40 estudantes).

“Vivendo na sociedade pós-moderna, em que a fé vem menos, os valores, pontos de referência tradicionais, muitos jovens buscam hoje algo de sólido e estável, que acredito possam encontrar na fé católica”, comenta pe. Anthony Percy, Reitor do Seminário do Bom Pastor, em Sydney.

“Creio também que a iniciativa da Jornada Mundial da Juventude, lançada pelo Papa João Paulo II e celebrada na Austrália em 2008, tenha contribuído para criar um espaço no coração dos jovens”, acrescenta.

Boa semana

Valdir

Anúncios

Sobre vreginato

Casado e tem três filhos. Médico e Terapêuta de Família. Professor de Bioética, Históra da Medicina e Espiritualidade e Mediicna na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), membro do Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde da Unifesp, Coordenador da Pastoral da Família da Paróquia Nossa Senhora do Brasil
Esse post foi publicado em Palavra da Igreja. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s