Celebrando Corpus Christi

Nesta quinta-feira estamos celebrando a Solenidade do Santíssimo Sacramento do Corpo e Sangue de Cristo. Não poderíamos passar por este dia sem refletirmos um pouco sobre o relacionamento de nossa família com este Sacramento.

O Senhor Jesus quis se fazer alimento para os seus seguidores e no anúncio da Boa Nova se apresentou como pão vivo descido do céu (Evangelho de São João, Capítulo 6). Revelou que seu corpo era verdadeiramente uma comida e seu sangue verdadeiramente uma bebida e que quem não O comesse, não teria a vida em si mesmo. Palavras que pareceram duras aos discípulos, a ponto de muitos já não andarem mais com Ele. Entretanto, para os que O acolheram, tornou-se alimento e remédio para a lida. Por ocasião da sua paixão, na última ceia, confirmou o dom de si, oferecendo-se aos discípulos: “Isto é o meu corpo, tomai e comei” e depois “Isto é meu sangue, tomai e bebei”. E disse ainda: “Todas as vezes que fizerem isto, fazei-o em memória de mim”. O Senhor Jesus se faz presente em Corpo, Sangue, Alma e Divindade neste Sacramento. Acreditamos no milagre que acontece a cada nova Eucaristia, o da transubstanciação, ou seja, da transformação do pão e vinho por nós ofertados em Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo. Milagre que não vemos com nossos olhos físicos, mas apenas com o coração, com os olhos da fé. E nossos filhos precisam ser educados desde pequenos para a dimensão da fé diante deste tão sublime Sacramento, principalmente pelo exemplo que nós pais os proporcionamos.

Há um cântico litúrgico que retrata esta presença da família diante do altar:

“Ô, ô, ô, recebe Senhor, ô, ô, recebe Senhor!

Flores e espinhos, dor e alegria,

Pais, mães e filhos diante do altar,

A nossa oferta em nova festa,

A nossa dor vem Senhor transformar …

Ô, ô, ô, recebe Senhor, ô, ô, recebe Senhor!”

Que o dia de Corpus Christi não seja apenas um feriado para passeio com a família ou amigos e sim um momento para renovar a fé na presença real de Jesus na Eucaristia, no Santíssimo Sacramento. Que toda nossa família, como canta o hino litúrgico acima, possa ter um momento diante do altar a adorar Jesus vivo neste mistério do seu Corpo e Sangue. Que a fé possa ser reacendida e completar o que os sentidos não podem ver ou sentir. Que possamos receber o Pão da Vida como remédio de imortalidade e penhor da nossa ressurreição.

Tenham todos um feliz dia de Corpus Christi.

Abraços e até a semana que vem.

Heraldo

Anúncios
Esse post foi publicado em Pais+Filhos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s