QUARESMA: PEDIR O NECESSÁRIO

“Não só de pão vive o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus” (Mt 4,4). Estamos na segunda semana da Quaresma, e as palavras de Cristo na tentação do deserto nos inspira a fazer oração sobre como estamos vivendo a preparação da Páscoa. “Não só de pão vive o homem….” vem nos recordar que não somos somente corpo, mas também possuímos um espírito que necessita ser alimentado para que se fortaleça para a vida que não perece, mas caminha para a eternidade. E se estes dias desta jornada nos requer o alimento do corpo, o espírito exige o jejum. Que paradoxo cristão! Fortalecer-se pelo jejum, mas não somente pelo jejum, mas principalmente também pela oração.

O jejum que não significa somente privar-se do alimento físico do corpo, que como a Igreja nos recorda na Campanha da Fraternidade, deve nos levar também ao “jejum das coisas materiais”.  “Não podeis servir a Deus e ao dinheiro” é o lema deste ano de 2010. É preciso “jejuar” dos bens que são conseqüência do enriquecimento que só está a serviço de si mesmo, dos próprios interesses, do lucro descabido, dos empreendimentos que não promovem os valores de Deus, da distribuição de renda sem o critério da caridade,… Quanto não se serve ao dinheiro quando vemos nisto o enriquecimento ilícito, que em última instância leva ao pecado e consequentemente ao afastamento de Deus! “Jejuar nos bens materiais” para que sejamos mais ricos na nossa falta de necessidades, onde a felicidade se cumpre em “todo aquele que fizer a vontade de Meu Pai que está nos céus” (Mt 12,50).

 É certo que temos  necessidades físicas do alimento, assim como do salário justo para o sustento próprio e da família. Cristo não nos diz que o homem não necessita do pão, mas sim que “não só de pão…”, portanto o pão é também necessário, mas não o mais importante. Seria um bom propósito para este período de quaresma uma reavaliação das nossas necessidades pessoais, e uma revisão de como estamos compartilhando com o próximo o que temos.

“Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto, e , fechada a porta, ora a teu Pai; e teu Pai que vê o que se passa em segredo, te dará a recompensa. Nas vossas orações não useis muitas palavras como os gentios, os quais julgam que serão ouvidos à força de palavras. Não os imiteis, porque o vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes que vós Lhe peçais” (Mt 6,6-8).

Pedir e ouvir  de Deus, e deixar que Ele nos revele o necessário. Até a semana.

Anúncios

Sobre vreginato

Casado e tem três filhos. Médico e Terapêuta de Família. Professor de Bioética, Históra da Medicina e Espiritualidade e Mediicna na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), membro do Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde da Unifesp, Coordenador da Pastoral da Família da Paróquia Nossa Senhora do Brasil
Esse post foi publicado em Palavra da Igreja. Bookmark o link permanente.

3 respostas para QUARESMA: PEDIR O NECESSÁRIO

  1. Marco disse:

    Ola Valdir

    Sempre nos ensinando com suas otimas palavras. Aprendemos todos os dias um pouco. Com sua fé e perseverança sempre nos ajuda um pouco mais, a trilhar no caminho de Deus.
    obrigado

  2. Lutfe disse:

    Valdir, que texto mais legal! Uma verdadeira reflexão cristão. Fez-me pensar muito. Obrigado e abraços, Lutfe

  3. Pingback: No sofá da sala para… preparar a Semana Santa!!! – I « Casa de Familia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s