Home-Office, uma solução ?

Tenho debatido este assunto com muitas pessoas. Trabalhar de casa ajuda você a ficar mais perto da familia ou lhe agoniza ainda mais por estar “perto e longe” ao mesmo tempo …?

Com certeza não existe um regra exata pra isso. As variáveis são muitas e devem ser analisadas com cuidado. Alguns pontos não devem ficar de fora:

  • Durante o trabalho você consegue concentrar-se, tendo o tempo produtivo que é necessário ? (Um lugar separado em casa, como um escritório, explicando a todos em casa que enquanto vc esta por lá não pode brincar ou conversar com todos)
  • Durante os momentos de folga (a pausa pro cafézinho), vc consegue dedicar estes minutos para brincadeiras rápidas com os filhos ou conversar um assunto com a esposa. (sempre serão conversas sobre a familia, lembre-se as pessoas da casa não precisam saber dos problemas do trabalho)
  • É impressindivel ter um horário de termino do trabalho. frases do tipo “Você não esta vendo que estou trabalhando até agora… não tenho tempo pra brincar…” não entram neste contexto. Lembre-se, a familia toda esperou o fim do dia pra conviver com vc.

Eu vejo com muitos bons olhos o trabalho em casa, mesmo com algumas particularidades que lhe tirem durante alguns períodos do convívio. O trabalho extra para conseguir concentração no período de trabalho é recompensado pela possibilidade de conviver um pouco mais com a rotina da casa. Com algumas regras (não muito rígidas), todos saem ganhando.

você tem alguma sugestão ou comentário, nos escreva.

bom feriado a todos e até semana que vem !!

Anúncios

Sobre Marco

Marco é casado com Mariana e tem os pequenos Carol e Rafael. Ele é formado em Tecnologia da Informação, pós graduado em administração e trabalha há 14 anos no mercado corporativo de TI. Atua na Igreja Católica desde a adolescência, participando de grupo de jovens, ministérios de música e equipes de evangelização. Está na pastoral da familia da paróquia Nossa Senhora do Brasil desde 2007, atuando junto às familias e aos casais que buscam o matrimônio.
Esse post foi publicado em Familia&Trabalho. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Home-Office, uma solução ?

  1. lutfeyunes disse:

    Marco, acho que com sabedoria e disciplina o Home-Office será uma realidade muito mais próxima nos anos que virão. Com o trânsito infernal (desculpe-me pela expressão da palavra) que vivemos em São Paulo, as empresas deverão confiar em seus funcionários para a entrega de certos trabalhos (claro que estou pensando, pelo menos em um primeiro momento, na prestação de serviços, posto que na indústria ou no comércio, as pessoas devem estar in loco para trabalhar), evitando-se assim gastos desnecessários de tempo e dinheiro com locomoção. Acredito eu que com disciplina, humildade, simplicidade, sabedoria e Deus por perto, o Home-Office veio para ficar. Abraços, fique com Deus, Lutfe

  2. Valdir Reginato disse:

    Caro Marco

    O Lutfe tem razão quando diz que as dificuldades de uma cidade grande associada a globalização e acrescentada das facilidades da internet, faz com que esta possibilidade seja uma realidade já vivida por muitos, e talvez cresça no futuro.

    Contudo,… penso que nem sempre o fato de se trabalhar em casa significa mais tempo de harmonia para a família. É justo que como no meu caso, médico, esta proposta fica na maioria das vezes muito difícil, mas penso naqueles que poderiam trabalhar sim em casa, o que acontece? Não basta estar fisicamente em casa se a cabeça está mergulhada no trabalho.

    Há de se tomar o cuidado com crianças, filhos, pequenos que têm dificuldade em entender como o pai pode estar em casa e não pode brincar. É a questão dos limites.

    Por outro lado se não houver grande esforço e disciplina ele pode alterar a rotina da casa, pois “ele disse que já está terminando…” e a hora do almoço e do jantar vai para o espaço.

    Pode ser difícil para a adolescente que pede uma carona até o metro porque está chovendo e o pai diz que naquela hora não pode sair, pois está numa ligação importantíssima. E não esqueça que a esposa pode pedir para você resolver um problema de imediato, que poderia esperar, mas já que você está lá…

    Dá para perceber que o “Home-Office” tem muitas variáveis a serem consideradas. Como você bem disse, não pode existir regras, mas certamenmte aqueles que assim optarem deverão saber ter uma grande flexibilidade de jeitinho brasileiro associada a uma disciplina germânica!

    Boa sorte aos candidatos!

    Valdir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s