Marcha pela Vida 2010 em Washington reúne 400 mil pessoas

No último dia 22 de janeiro completaram-se 37 anos da decisão judicial Roe v. Wade que mudou o rumo dos Estados Unidos. Com efeito, nessa data, em conseqüência da dita decisão, o aborto passou a ser legalizado naquele país.

Apesar de a História ter demonstrado que a citada decisão foi tomada tendo por base falsas provas, o crime do aborto nunca mais foi criminalizado e o número de abortamentos cresce de forma vertiginosa deste então.

O mundo mudou, a maioria dos americanos é, já há alguns anos, contra a realização de abortamentos, segundo os institutos de pesquisa. Mas a lei continua implacável contra a vida de seres inocentes.

Desde o ano de 1973 uma grande manifestação é realizada pelas ruas de Washington todo 22 de janeiro, em pleno rigoroso inverno, como protesto pelos milhões de seres que são mortos no ventre materno. Ano a ano o número de participantes aumenta e em 2009 a mídia do mundo inteiro destacou a marcha como sendo a primeira grande manifestação pública contrária a governo de Barack Obama, um político militante pró-aborto.

O então recém empossado governo passou apertado: não só era a primeira das várias manifestações que o povo americano vem dado contra a sua fracassada política, mas a marcha provou que o povo americano não se deixaria levar tão facilmente.

Ainda envolto naquela época pela áurea colocada pela mídia de “salvador da pátria e do mundo”, parecia aceitável aos órgãos de imprensa noticiar uma manifestação de “alguns manifestantes” – na verdade eram quase 350 mil – descontentes.

Entretanto, qual não foi minha surpresa ao perceber que em 2010 os jornais do mundo silenciaram por completo a “March for Life” deste ano. Terá sido para poupar o agora impopular governo de Obama de mais uma demonstração de descontentamento que sua política vem recebendo? Não sei, mas a diferença entre as repercussões do ano passado e as que surgiram na mídia este mês de janeiro é gritante.

Como defensor da vida, este blog não poderia deixar de noticiar tão importante evento!

As fotos enviadas pelo nosso amigo Francisco Saidl mostram momentos da manifestação que neste ano reuniu por volta de 400.000 pessoas, em sua grande maioria jovens e famílias, vindas de todos os lados dos Estados Unidos.

Este ano, adaptada a novos métodos de tecnologia, a marcha contou com a participação de 83.000 pessoas que estiveram diante de seus computadores virtualmente presentes durante os discursos e da macha que partiu da frente da Casa Branca e terminou na Assembléia dos Deputados. O link para participação online da marcha é o http://www.virtualmarchforlife.com/

Como nos Estados Unidos, as pesquisas indicam que no Brasil somos uma maioria contrária a uma legislação pró-aborto, apesar disso o governo insiste em querer impor uma lei impopular e discriminatória contra indefesos humanos. O próprio documento recentemente assinado pelo presidente da república sobre os “direitos humanos” prevê uma legislação que estenderia o abortamento no Brasil.

A esperança é saber que há tantos grupos Pró-Vida espalhados pelo Brasil e ativos. A manifestação em Washington é conhecida por sua pluralidade internacional e tivemos a presença de alguns desses grupos brasileiros, como o Instituto Brasil pela Vida e o Juventude pela Vida, liderados por nada menos que o bisneto da princesa Isabel, o príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança.

Vale a pena continuar lutando pela vida!

Jovens de todas as cores e raças defendendo a vida

Famílias com seus filhos participaram da marcha

Uma parte da marcha se dirigindo ao Capitole

O início da marcha é sempre precedido por um grupo de voluntários com a faixa: “marcha pela vida”

Mais Jovens unidos pela vida.

Miguel da Costa Carvalho Vidigal

Anúncios
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Marcha pela Vida 2010 em Washington reúne 400 mil pessoas

  1. disse:

    Muito legal, Miguel!!!

    Parabéns, será que a nossa lá da Sé chega a esse nível???

  2. miguel disse:

    Zé,

    Espero que um dia os brasileiros passem a se mobilizar nesse sentido!

  3. Valdir Reginato disse:

    Miguel

    Não espere um dia os brasileiros, NÓS SOMOS OS BRASILEIROS, e estamos com uma lei para aprovação neste ano no Plano Nacional de Direitos Humanos.
    temos que começar a organizar a nossa JÁ. Pense nisso, eu já estou…
    Valdir Reginato

  4. Frank disse:

    I was there. It was fantastic!

    Frank Seidl – York, PA – USA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s