Datas de Família

É fundamental que uma família tenha datas a comemorar. Comemoração significa lembrança, reviver algo que aconteceu ou festejar o que está sendo vivido. Quem não fica contente quando lembram a data do seu aniversário? O casal que comemora o primeiro encontro, o nascimento do primeiro filho,… A nossa Família Igreja, também tem suas datas. Aliás este blog começou no dia de Nossa Senhora Aparecida, 12 de Outubro.
Outro acontecimento do mes anterior foi a comemoração de Santo Antonio de S’Antanna Galvão no dia 25, o primeiro santo nascido no Brasil e elevado aos altares por Bento XVI. O que será que sabemos da vida deste santo? Vale a pena procurar e se informar, os santos são exemplos que fortalecem o nosso entusiasmo, e nos animam quando estamos com dificuldades para conseguir enxergar e viver o que Cristo nos pede.
Começamos o mês de Novembro com duas datas. Dia primeiro o dia de Todos os Santos. É uma maneira atenciosa que a Igreja tem de homenagear tanto santos anônimos que passam pelo mundo, numa vida dedicada a Deus, mas de modo silencioso. É a vida de muitos religiosos em clausura, mas também de muitos chefes de família, de muitas mães que no seu dia a dia santificam-se no trabalho ordinário do lar e na educação dos filhos. São os jovens que se esforçam em viver muitas vezes contra uma corrente, que não é compatível com a palavra de Cristo e se entregam heroicamente e de modo oculto. Está ai, um bom motivo para no dia primeiro lembrarmos do dia de Todos os Santos. E no dia seguinte, outro dia a comemorar. Pode parecer estranha a palavra comemoração, mas o dia de Finados, para nós cristãos e católicos, que vivemos na Fé com a Esperaça da Ressurreição, temos que nos animar por aquele que se encontram na casa do Pai.
A tristeza passageira da saudade nunca pode ser maior que a alegria da Ressurreição. Assim, tantas outras datas vão acontecendo na Igreja. Seria interessante que as famílias vivessem estas datas com o espírito cristão. Nossa vida deve ser alegre, e alegra-se todo aquele que sabe lembrar ao longo do anos tantas datas da Igreja.
E vamos ficar por aqui porque senão já teremos que falar do Natal! Abraços, até a semana.

Anúncios

Sobre vreginato

Casado e tem três filhos. Médico e Terapêuta de Família. Professor de Bioética, Históra da Medicina e Espiritualidade e Mediicna na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), membro do Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde da Unifesp, Coordenador da Pastoral da Família da Paróquia Nossa Senhora do Brasil
Esse post foi publicado em Palavra da Igreja. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s